Publicidade

Atlético-PR suspende sócios identificados em briga no Atletiba

O Atlético-PR informou nesta quinta-feira (10) que abriu processos disciplinares contra os sócios identificados na briga entre a própria torcida atleticana durante o Atletiba do último domingo (6). Segundo o clube, a medida serve para garantir que todos os associados e torcedores continuem frequentando as partidas do Furacão com a maior comodidade e segurança.

As pessoa identificadas foram submetidas às infrações disciplinares e suas respectivas penalidades, sendo suspensos preventivamente por 60 dias, até que a Câmara de Ética e Disciplina do Atlético-PR julgue os casos. Seus smarts cards foram bloqueados e eles ficam proibidos de frequentar partidas da equipe e eventos e promoções promovidas pelo clube.

A briga nas arquibancadas não foi relatada na súmula pelo árbitro do clássico, Sandro Meira Ricci. Ainda assim, o clube poderá ser punido, já que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) solicitou as imagens da confusão, que atrasou em doze minutos o início do segundo tempo. Segundo o procurador Paulo Schmitt, do STJD, poderá responder por desordem, sendo denunciado no artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), podendo perder até 20 mandos de campo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES