Publicidade
Allison Mack

Atriz pode pegar prisão perpétua por participar de seita que fazia escravas sexuais

Atriz pode pegar prisão perpétua por participar de seita que fazia escravas sexuais

Conhecida do público brasileiro principalmente por sua participação na série 'Smallville', a atriz Allison Mack está em maus lençóis e pode pegar até a prisão perpétua por integrar a seita NXIVM, que vem sendo acusada de fazer escravas sexais. 

A celebridade, apontada como uma das principais líderes da seita, foi presa ontem e apresentada à corte federal do Brooklyn. Segundo afirmou a advogada criminal Julie Rendelman ao site Hollywood Life, ela seria a segunda no comando do culto e, ao que tudo indica, forçava mulheres a praticarem sexo á força e ganhava dinheiro com isso.

"Ela pode ser sentenciada à prisão perpétua, dependendo das idades das vítimas, das circunstâncias em que o tráfico sexual ocorria e o papel dela nesses crimes, explicou a advogada.

De acordo com aa imprensa americana, a atriz conheceu o culto por meio de Kristin Kreuk, outra atriz que participou de Smallville, interpretando a personagem Lana Lang. Kreuk, contudo, já não participaria mais do culto, ao passo que Mack só cresceu dentro da seita desde então, tornando-se o braço direito do líder do grupo, o guru Keith Raniere, que foi preso recentemente na vila mexicana em que o NXIVM estava sediado - foi nesta ocasião, inclusive, que a participação da atriz na seita tornou-se pública.

Segundo a imprensa americana, Raniere e Mack chegaram ao ponto de marcar as mulheres escravas sexuais com ferro quente, num símbolo que mistura as iniciais do nome dos dois suspeitos. 

A atriz, de acordo com o promotor federal Richard Donoghue, teria recrutado mulheres para integrar o grupo, que se apresentava como uma organização de empoderamento e "erradicação de fraquezas que seriam comuns ao sexo femininos". As participantes, inclusive, acreditavam ser lideradas por uma mulher, sem saber que o verdadeiro líder era Raniere.

"As vítima foram exploradas sexualmente e como força de trabalho em benefício da acusada (Allison Mack", declarou o promotor federal sobre o caso.

Pessoas próximas da atriz, por sua vez, dizem que Mack também foi vítima e Raniere. Um ex-membro do NXIVM que pediu para não se identificar, por exemplo, contou que a atriz passou por um intenso processo de lavagem cerebral e que sua personalidade mudou desde que ela começou a se envolver com o culto. "Ela era doce e normal até a chegada do Keith Raniere em sua vida. Ela está obcecada e nninguém consegue a convencer de qualquer coisa contrária a ele. Ela está sob controle dele, também é uma vítima", disse.

DESTAQUES DOS EDITORES