Publicidade
Fala Curitiba

Audiências públicas: veja o que a população de cada regional mais deseja

(Foto: Divulgação/SMCS)

A primeira fase do programa de consultas públicas Fala Curitiba, realizada na última semana, teve a participação de aproximadamente 4,3 mil pessoas - 35% a mais que na etapa inicial do ano passado.

Quem não pode estar presente nos dez encontros realizados na semana passada ainda pode participar, até quarta-feira (10/4), pelo portal fala.curitiba.pr.gov.br. Até o momento, foram 2.435 participações pelo portal somadas a 1.922 presenciais - um total de 4.357 pessoas.

A próxima fase, que fará o detalhamento dos temas escolhidos nesta primeira etapa, vai de 16 de abril a 19 de junho. Serão mais de 70 reuniões nos bairros de Curitiba, sempre às 19h.

Veja os temas eleitos nas dez regionais de Curitiba

Até esta segunda-feira (8/4), os temas prioritário de cada regional são os elencados abaixo. Esses temas podem mudar com a votação online, que vai até quarta-feira (10/4).

Matriz: infraestrutura urbana, normatização e fiscalização; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva; ações de prevenção ao uso de drogas; iluminação pública e circulação e sinalização de trânsito.

Boqueirão: infraestrutura urbana; iluminação Pública; implantação e revitalização de áreas de lazer; pontes e drenagem; e Guarda Municipal.

Bairro Novo: CMEIs; atenção a Urgência e Emergência; implantação de áreas de lazer; atenção básica de saúde; transporte coletivo.

Cajuru: Defesa Civil municipal, ações de segurança preventiva; Guarda Municipal; Limpeza Pública, Iluminação Pública; infraestrutura urbana, normatização e fiscalização, circulação e sinalização de trânsito.

Boa Vista: infraestrutura urbana, normatização e fiscalização; circulação e sinalização de trânsito; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva; implantação e revitalização de áreas de lazer.

Santa Felicidade: infraestrutura urbana, normatização e fiscalização; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva; ações de prevenção ao uso de drogas;, iluminação pública e circulação e sinalização de trânsito.

Tatuquara: normatização e fiscalização; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva; ações de prevenção ao uso de drogas; iluminação pública; circulação e sinalização de trânsito.

Pinheirinho: infraestrutura urbana, normatização e fiscalização; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva;ações de prevenção ao uso de drogas;, iluminação pública; e circulação e sinalização de trânsito.

CIC: ações de prevenção ao uso de drogas; implantação e revitalização de áreas de lazer; Guarda Municipal; Infraestrutura urbana.

Portão: infraestrutura urbana; normatização e fiscalização; Guarda Municipal; Defesa Civil municipal; ações de segurança preventiva; ações de prevenção ao uso de drogas; iluminação pública; circulação e sinalização de trânsito.

Fala

O programa, organizado pelo Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), está na terceira edição e ampliou a participação popular na escolha das ações prioritárias para os bairros. Em todos os encontros é apresentado o andamento das demandas eleitas pela população nas edições anteriores do Fala Curitiba. Em seguida, são distribuídas as fichas para os moradores apontarem os temas que consideram prioritários na regional.

Santa Felicidade

As últimas reuniões desta primeira fase, que define os temas prioritários para a composição da Lei de Diretriz Orçamentária LDO para o ano de 2020, foram realizadas na noite de sexta-feira (5/4), em Santa Felicidade e no Boqueirão.

A auditório da Rua da Cidadania de Santa Felicidade ficou lotado. A administradora da regional, Simone da Graça das Chagas Lima, ressaltou que todas as demandas pedidas nas edições anteriores do Fala já foram encaminhadas. “Além disso, diversas outras, mesmo não eleitas, foram atendidas. Aqui ninguém fica sem resposta, seja pelo Fala Curitiba ou no atendimento diário feito na regional”, disse ela.

Reginaldo Kogut, morador de Santa Felicidade, defendeu os temas saúde e infraestrutura urbana no encontro. “Vim pedir mais atenção com as ruas, em especial a minha, a João Azolin, precisa corrigir uma curva e fazer uma lombada. Além disso, seria bom cuidar do postinho de saúde. O atendimento é nota mil, mas podem melhorar a estrutura, o bebedouro, o portão que não fecha”, comentou.

Boqueirão

No mesmo horário, às 19h, aconteceu o encontro do Fala Curitiba da Regional Boqueirão. "O Fala Curitiba caiu no gosto da população. É possível notar diante do número crescente de participantes. A comunidade já percebeu que tais audiências públicas funcionam e que as propriedades escolhidas por elas se tornam realidade", disse o administrador Regional Ricardo Dias, que conduziu a reunião.

Participaram dos encontros os vereadores Maria Manfron, Mauro Ignácio, Geovanne Fernandes e Herivelto Oliveira; o administrador regional do Portão, Gerson Gunha; a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi; o presidente do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), Alexandre Matschinske; e a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES