Série B

Operário leva gol no fim e cede empate ao Avaí em Ponta Grossa

Com gol de Getúlio, aos 43 minutos do segundo tempo, o Avaí buscou o empate por 1 a 1 com o Operário na noite desta quinta-feira, no estádio Germano Kruger, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, aliviando, ao menos um pouco, a pressão em cima do técnico Geninho.

Com o resultado, o time de Ponta Grossa chegou aos 34 pontos, na 11ª colocação, enquanto que o Avaí, que conheceu seu terceiro tropeço consecutivo, ficou em sétimo, com 37.

Operário e Avaí fizeram um primeiro tempo equilibrado, com poucas chances de gol. Em casa, o time de Ponta Grossa tentou tomar a iniciativa, mas encontrou muita dificuldade em superar a marcação do adversário. O clube catarinense, por outro lado, teve bons momentos no contra-ataque, mas sem ser efetivo.

A principal chance foi do Operário. Diego Cardoso recebeu de Ricardo Bueno e precisou tentar duas vezes para acertar o alvo, mas Lucas Frigeri, já caído, fez um milagre para salvar o Avaí. Do outro lado, Thiago Braga foi um mero espectador.

No segundo tempo, Geninho abriu mão do esquema de três zagueiros e colocou mais um homem no meio de campo. Na base da velocidade, assustou com Rildo, mas Thiago Braga afastou o perigo. A tática do Avaí, no entanto, não deu resultado. Aos 11 minutos, Bonfim recebeu dentro da área e subiu no segundo andar para fazer 1 a 0.

E o segundo não saiu por muito pouco. Aos 17 minutos, Diego Cardoso recebeu na pequena área e parou em nova defesa de Lucas Frigeri. Na sobra, Rafael Chorão ainda mandou para fora. A partir daí, o time paranaense recuou e chamou o Avaí para o seu campo de defesa.

Nos minutos finais, o Avaí foi com tudo para o ataque e obteve resultado na base da pressão. Aos 43 minutos, Vinícius Jaú avançou pela esquerda e cruzou. Getúlio, de carrinho, deixou tudo igual.

Na próxima rodada, o Operário enfrenta o Guarani na terça-feira, às 16h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). No mesmo dia, às 21h30, o Avaí recebe a Chapecoense na Ressacada, em Florianópolis (SC).

FICHA TÉCNICA:

OPERÁRIO 1 x 1 AVAÍ

OPERÁRIO - Thiago Braga; Sávio, Rafael Bonfim, Ricardo Silva e Fabiano; Leandro Vilela, Rafael Chorão (Mazinho), Jean Carlo (Lucas Batatinha) e Thomaz (Douglas Coutinho); Ricardo Bueno (Schumacher) e Diego Cardoso (Reniê). Técnico: Matheus Costa.

AVAÍ - Lucas Frigeri; Edílson, Betão, Rafael Pereira (Pedro Castro), Fagner Alemão e Iury (Alan Costa); Jean e Valdívia; Romulo (Vinícius Jaú), Rodrigão (Ronaldo Silva) e Rildo. Técnico: Geninho.

GOLS - Rafael Bonfim, aos 11, e Getúlio, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lucas Batatinha e Douglas Coutinho (Operário).

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR).