Publicidade
Acidente aéreo

Avião que levava jogador argentino Sala é encontrado, diz TV britânica

Emiliano Sala: ainda tratado como desaparecido
Emiliano Sala: ainda tratado como desaparecido (Foto: Reprodução / Instagram)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Desaparecido desde o dia 21 de janeiro de 2019, o avião que levava o argentino Emiliano Sala ao seu novo clube, o Cardiff  City da Inglaterra, foi encontrado neste domingo (3). A informação é do repórter Tom Parmenter, do canal de televisão Sky News.

Segundo a reportagem, a aeronave da Piper Malibu foi encontrada no fundo do oceano por um bote que procurava a região do Canal da Mancha, por meio de um equipamento de sonar.

O primeiro sinal dos destroços surgiu de manhã e durante o dia uma série de processos de identificação foram usados para confirmar que se tratava, de fato, do avião de Sala.

De acordo com o repórter, tanto a família da Sala quanto a do piloto, David Ibbotson, foram avisadas. Ambos ainda seguem considerados como desaparecidos, porém a expectativa é que de que estejam mortos.

Após o desaparecimento da aeronave, no último dia 21, uma onda de comoção tomou o futebol. O atleta, então com 28 anos, tinha acabado de ser comprado pelo Cardiff junto ao Nantes, da França, e se mostrava feliz com a mudança.

As buscas chegaram a ser interrompidas três dias depois da tragédia, mas uma campanha arrecadou R$ 1 milhão em menos de 24 horas e conseguiu dar reinício ao trabalho de procura.

Ao redor do mundo, jogadores e torcedores prestaram homenagens ao atleta, que ainda não tem sua morte confirmada, porém as chances de sobrevivência para o episódio são consideradas extremamente improváveis.

Sala defendia o Nantes desde a temporada 2015/16 e marcou 12 gols no campeonato nacional de 2018/19, um a menos do que Neymar até agora. Ele custou ao Cardiff 17 milhões de euros (R$ 72,5 milhões) e assinou um contrato de três anos e meio.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES