Balas perdidas deixam um morto e uma ferida em Niterói

Um homem morreu atingido por uma bala perdida em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na noite de terça-feira, 27. Uma mulher também foi atingida, mas sobreviveu e passa bem. O tiroteio ocorreu quando policiais militares se depararam com suspeitos que interrompiam o trânsito em uma rua, provavelmente para praticar assaltos.

Por volta das 22h, policiais militares da operação Niterói Presente passavam pela rua Noronha Torrezão, no bairro Santa Rosa, quando flagraram dois veículos sendo manobrados para fechar a rua. Os PMs se aproximaram dos carros e foram recebidos a tiros. Eles revidaram, iniciando uma intensa troca de tiros, que assustou quem passava pelo local.

O policial civil Marcelo dos Santos Dias Cola, de 56 anos, caminhava pela rua, levando seu cão para passear, quando foi atingido por uma bala perdida. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas morreu durante o atendimento. Cola trabalhava na Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil.

Juliana Ribeiro de Souza, de 18 anos, também caminhava pela rua e foi atingida de raspão por outro disparo. Ela foi levada ao hospital estadual Azevedo Lima, em Niterói, e recebeu alta na manhã desta quarta-feira (28).

Dois suspeitos, de 23 e 29 anos, foram presos. Ambos têm passagens pela polícia por assalto e tráfico de drogas, segundo a Polícia Civil. Um deles foi ferido no tiroteio, também foi atendido no hospital Azevedo Lima e passa bem. A polícia apreendeu um carro usado pelos suspeitos e uma granada, que segundo a PM estava dentro do veículo.