Publicidade
Espetáculo inovador

Balé-concerto 'Águas do Éden e do Hades' faz temporada no Teatro Zé Maria Santos

Bal\u00e9-concerto \u00c1guas do Eden.
Bal\u00e9-concerto \u00c1guas do Eden. (Foto: Divulgação)

Estreando em Curitiba, o espetáculo “Águas do Éden e do Hades” terá quatro apresentações em três dias no Teatro Zé Maria Santos. Em formato de balé-concerto, um gênero de performance musical, músicos e bailarinos misturam-se no palco em total sintonia. 

As águas míticas dos rios do Éden hebraico e do Hades grego — o fluxo das águas dos rios que se reencontram subterraneamente, a morte que flui em vida e a vida que flui em morte, a transcendência, a importância das águas como fonte original de vida — foram a inspiração do espetáculo.

A música, especialmente composta para a ocasião, é de Maurício Dottori, Santiago Beis, Indioney Rodrigues e Márcio Steuernagel; a criação coreográfica é de Rosane Gonçalves; e os músicos são da Nova Camerata: Sergio Albach, Valentina Daldegan, Fabiane Nishimori/Shanda Olandovski e Bruno Oliveira. No palco junto aos músicos, estarão três bailarinos: Raquel Bombieri, Eraldo Kühl e Juan Silva.

“No ano passado realizamos a pré-estreia na Bienal Música Hoje, e estamos de volta com o espetáculo completo, com cenário, iluminação e figurinos. Um concerto em que a dança é parte da música. É uma honra poder apresentar esse trabalho em Curitiba. O ‘Águas do Éden e do Hades’ é um evento para quem gosta de arte em sua expressão máxima”, diz o diretor artístico, Maurício Dottori.

A obra é apoiada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Os ingressos custam R$ 20 (R$10 a meia-entrada) e podem ser adquiridos nas bilheterias de www.diskingressos.com.br.

Serviço

Nova Camerata - Balé-concerto “Águas do Éden e do Hades”

Quando: de 25 a 27 de maio (dia 25 às 20h; 26 às 18h e às 20h30; 27 às 19h).

Quanto: R$ 20 (R$10 a meia-entrada) à venda no www.diskingressos.com.br

Local: Teatro Zé Maria Santos – Rua Treze de Maio, 655.

Ficha técnica

Músicos: Valentina Daldegan (flauta, flauta-alto, piccolo), Sergio Albach (clarinete, clarinete-baixo), Shanda Olandoski e Fabiane Nishimori (viola), e Bruno Oliveira (percussão). 

Bailarinos: Raquel Bombieri, Eraldo Kühl e Juan Silva.

Direção Musical: Márcio Steuernagel

Figurinos: Paulinho Maia

Cenários Virtuais: Allan Raffo

Iluminação: Nádia Luciani

Direção Coreográfica e Artística: Rosane Gonçalves

Direção Geral: Maurício Dottori

Apoio: Centro Universitário Internacional Uninter

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES