Rodovias

Bancada federal do Paraná se une contra modelo mais caro para novos pedágios

Pedágio: deputados são contra modelo híbrido, que leva em conta valor de outorga pago por concessionárias
Pedágio: deputados são contra modelo híbrido, que leva em conta valor de outorga pago por concessionárias (Foto: Jorge Woll/DER)

A bancada federal do Paraná encaminhou, na semana passada, ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, defendendo que o novo modelo das concessões do pedágio nas rodovias estaduais e federais tenha como ponto base o menor preço das tarifas e sem cobrança de outorga. Os atuais contratos vencem em novembro de 2021 e o governo federal sinaliza adotar um sistema híbrido que leva em conta o valor da outorga pago pelas futuras concessionárias, e segundo os parlamentares paranaenses encarece e repete os mesmos preços altos praticados pelas concessionárias.

O ofício foi encaminhado pelo coordenador da bancada paranaense, o deputado Toninho Wandscheer (PROS). O documento toma por base um histórico do pedágio no Paraná enviado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) a Wandscheer.

Leia mais no blog Política em Debate