Publicidade

Bandidos detonam poste do metrô em Fortaleza; governador pede reforço a Moro

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Criminosos detonaram uma bomba a um poste ligado ao sistema de linha de metrô de Fortaleza na madrugada desta quinta-feira (17).

O atentado aconteceu por volta das 4h nas proximidades da estação do bairro Couto Fernandes. A explosão danificou a estrutura do poste e fez com que a linha ficasse sem funcionar por cerca de uma hora.

Em nota, a Metrofor, concessionária que gere o sistema, afirmou que a linha foi liberada por volta das 7h15 após técnicos da empresa avaliarem os danos. A empresa já iniciou os reparos à estrutura do poste.

Na noite de quarta-feira (16), foi registrado um tiroteio em uma agência bancária no bairro Aerolândia, mas não houve feridos.

Ao todo, foram registrados mais de 200 ataques de facções criminosas em 46 cidades do Ceará desde o início do ano. Os ataques foram iniciados no dia 02 de janeiro após a decisão do governo do estado de não separar mais os integrantes de facções nos presídios cearenses.

Segundo a secretaria de segurança do Ceará, 383 pessoas foram presas ou apreendidos por suspeita de ter participado dos ataques criminosos.

Nesta quinta, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT) reuniu-se com o ministro da Justiça Sério Moro, em Brasília.

O governador pediu ao ministro um reforço de 90 novos agentes penitenciários para manter a segurança nos presídios cearenses. Também solicitou que a Força Nacional fique no Ceará por tempo indeterminado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES