Publicidade

Bernardinho pode deixar as quadras e se candidatar a governador

Para aproveitar o desgaste de Sérgio Cabral (PMDB) e voltar a ter o governador do Rio de Janeiro após 14 anos, o PSDB poderia apostar no atual técnico da seleção masculina de vôlei, Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho.

O nome de Bernardinho, inclusive, já contaria com as aprovações do senador Aécio Neves, presidente do partido e provável candidato tucano à presidência no ano que vem, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O treinador, que já estaria filiado ao PSDB desde julho, ainda não respondeu, pelo menos publicamente, se aceitará ou não a proposta. O partido também deverá realizar pesquisas para saber a viabilidade do técnico.

Caso acabe saindo candidato, poderemos ter um curioso confronto nas eleições para governador do Rio de Janeiro: Vôlei x Futebol, com os esportes representados por Bernardinho e Romário, respectivamente.

O estado do Rio de Janeiro possui o terceiro maior colégio eleitoral do país, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

Hoje os candidatos ao cargo de governador são Lindbergh Farias (PT), Anthony Garotinho (PR), Pezão (PMDB) e César Maia (DEM). As pesquisas de intenção de voto colocam Garotinho na dianteira, seguido do senador Lindbergh Farias.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES