Pesquisa

Beto Richa comemora aprovação de 70%

O governador Beto Richa comemorou o resultado de levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado na última segunda-feira, apontando que seu governo é aprovado por 69,57% da população paranaense. Para 45% dos 1.640 entrevistados, Richa faz um governo melhor que seu antecessor Roberto Requião (PMDB). A pesquisa foi realizada entre 11 e 15 de dezembro em 68 cidades.
 "São bons indicativos. Mostram que o governo tem respaldo da população nas áreas em que está atuando, mas nos próximos dois anos vamos fazer muito mais. Estamos fazendo um governo de transformação e mudança no Paraná", disse o governador. Entre as principais áreas de atuação do governo Richa mais destacadas pela população estão: segurança (9,4%), saúde (6,1%), rodovias (5,1%), educação (4,6%), Linha Verde (2,4%), pavimentação (2,3%), moradia (1,6%), trânsito (1,3%) e outras citações (11%). Entre os destaques, a "menina dos olhos" do governador é o Programa Paraná Seguro que já instalou 10 UPS (Unidades Paraná Seguro) em Curitiba, uma em Cascavel e outra em Londrina. As duas cidades - Cascavel e Londrina e Foz do Iguaçu, deverão receber novas unidades no primeiro semestre de 2013.
 Os investimentos no programa superam R$ 1,2 bilhão e prevêem ainda em 2013 a contratação de 5,2 mil policiais, a compra de novas viaturas, novos armamentos, equipamentos, helicópteros, instalação de módulos policiais, novos batalhões e delegacias da Polícia Civil. Para segurança, o orçamento de 2013 teve um aumento de 37,7%.
 De acordo com o programa, Foz do Iguaçu, por exemplo, vai receber um Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo. O Graer tem sede em Curitiba e uma base em Londrina. Foz será a terceira cidade a receber o grupamento com 38 militares, dois helicópteros, quatro delegados e 12 investigadores (quatro pilotos e oito tripulantes operacionais).
Obras — Para 2013, Richa disse que os investimentos estaduais vão ocorrer ainda em outras áreas como a saúde, a educação e "grandes e pequenas obras" em todas as cidades paranaenses. "O Proinfra vai investir R$ 12,5 bilhões em rodovias, portos, energia, saneamento, habitação, escolas, postos de saúde e delegacias. A Sanepar vai investir mais de R$ 1 bilhão, a Copel R$ 2 bilhões e as cidades com até 50 mil habitantes terão R$ 1,1 bilhão para obras", destacou o governador.
Na saúde, o governador destacou o programa Mãe Paranaense e o fortalecimento das ações e programas do SUS em todas as cidades paranaenses. "O Mãe Paranaense, criamos em Curitiba e serve de referência em todo o país e até na Ásia e na África", disse Richa.A atenção especial à saúde e á segurança é sintomática porque são as duas áreas apontadas pelos paranaenses - 41,8% e 29,8% respectivamente - como os maiores problemas do Estado, seguidos de educação (6,5%), desemprego (2,9%), drogas (2,9%), corrupção (2,6%) e outras citações (13%).