Bicicletaria Cultural, um lugar diferente

Agosto é um mês especial para a Bicicletaria Cultural de Curitiba, pois ela celebra seus primeiros dois anos de vida. Uma extensa programação com a cara do espaço foi preparada por Patrícia Valverde, Fernando Rosenbaum e seus colaboradores. A festa de aniversário começa no dia 17, das 15h às 22h com inúmeras atividades, dentro do espírito colaborativo e plural do espaço, que nasceu para ser uma referência e centro de apoio e de serviços aos cicloativistas e esticou seu arco de ação também para atividades que buscam o autoconhecimento, a arte e a cultura. E o mês de agosto é só o aquecimento para setembro, mês oficial da Bicicleta no Paraná, quando acontece o 7º. Festival Arte Bici Mob em diversos lugares da cidade e, claro, especialmente na Bicicletaria Cultural.

Para começar, o aniversário. No dia 17 de agosto, atrações culturais, desfile de moda e comidinhas vegetarianas fazem parte do cardápio.  Além de um cardápio especial servido das 15h às 20h, a programação terá os colaboradores do Estúdio P.A. (ateliê de voluntários para praticar, pluralmente, a autonomia do Faça você mesmo) e os trabalhos da fotógrafa Janete Anderman na exposição Sobre plantar um Baobá. A Casa Labirinto, casa de brincadeiras com método pedagógico, não ficaria de fora e traz para a festa brinquedos especiais.


PROGRAMAÇÃO

Das 15h às 20 horas:
Cardápio com cuidados especiais e sabores extravagantes.

15 horas
Abertura da exposição Sobre plantar um Baobá de Janete Anderma

Das 15h30 às 18h45
Brinquedos e brincadeiras com a equipe da Casa Labirinto

16h30
João Acuio & as Estrelas

19 horas
Angelo Esmanhoto

21h30
Desfile Mandaçaia – roupas feitas exclusivamente para ciclistas;

PARTICIPAÇÃO AINDA DE:
IEH (Instituto de Energia Humana), com bici-máquinas
Neshy - Empresa brasileira de novas tecnologias: conheça a bicicleta movida a hidrogênio um novo e revolucionário vetor de energia pra bicicleta e muito mais;


INÍCIO

Como tudo começou
Criada para ser uma referência no assunto mobilidade urbana, a Bicicletaria Cultural é uma nova frente de trabalho que se reergue diante do crescente número de ciclistas urbanos no mundo e no Brasil. Idealizada pelos artistas e ciclistas Patrícia Valverde e Fernando Rosenbaum, o espaço se fortalece dia a dia como um centro de apoio e de serviços com estacionamento exclusivo, oficina, reuniões e ações culturais diversas. Interligados por suas experiências, eles mantém um espaço autogerido, interdisciplinar e de economias alternativas convergindo alto capital de mobilização política e cultural.  Novas tecnologias, sustentabilidade, gastronomia, turismo, ciclomobilidade, música, performance e educação informal são temáticas que se relacionam dentro da Bicicletaria Cultural de Curitiba. Em dois anos foram em torno de 20 mil visitantes no blog [wordpress], uma das plataformas de atuação da Bicicletaria; 30 mil visitantes no local, 180 eventos artísticos, além de uma média semanal de 13 mil visitantes no Facebook.