Publicidade
Balanço

Bienal de Quadrinhos de Curitiba teve 30 mil visitantes durante o feriado

(Foto: Divulgação/SMCS)

O final de semana de feriado foi movimentado no Portão Cultural com a Bienal de Quadrinhos. Com uma programação extensa, que contou com palestras, debates, feira de HQs, sessões de autógrafos, oficinas, shows musicais e exposições, o evento recebeu um público de 30 mil pessoas de quinta (6/9) a domingo (9/9).

A bienal tem apoio da Fundação Cultural de Curitiba e é considerada o maior evento de quadrinhos do Sul do país. O prefeito Rafael Greca destacou o sucesso do evento que ocupou as salas de exposição do MuMa e todo o Portão Cultural, com mais de 300 expositores, e o trabalho da equipe da Gibiteca. “Valeu a visita. Aqui tem quadrinho do mundo inteiro e a criatividade dos brasileiros, dos paranaenses e dos curitibanos sai de dentro dos gibis para tomar conta de Curitiba”, destacou Greca.

Esta edição teve a participação de mais de 60 artistas convidados. Um dos destaques foi a palestra de Juliano Enrico, autor do desenho animado O Irmão do Jorel. A conferência do quadrinista ficou lotada.

O arquiteto e urbanista e idealizador da Gibiteca de Curitiba, Key Imaguire, foi o homenageado da edição, ao receber o Prêmio Cláudio Seto de Quadrinhos. “Com este evento, Curitiba prova que atingiu sua maioridade nos quadrinhos. Há público interessado, artistas relevantes e uma divulgação democrática, que só reforça nossa tradição na área”, disse Imaguire.

Além de receber o troféu Claudio Seto, o artista foi relembrado à altura de sua importância histórica, com uma exposição que segue até novembro no Museu Metropolitano de Arte (MuMa), viabilizada pelo Fundo Municipal da Cultura.          

Tango

Tango e milonga foram atrações de diversos espaços culturais da cidade neste fim de semana. O Memorial de Curitiba recebeu a programação da 2ª edição do Congresso de Tango de Curitiba e o público que passou o feriado na capital pode participar de palestras, aulas práticas para iniciantes e show com as orquestras Tanturi e Tango Bardo, além de artistas locais.

Um dos destaques foram as apresentações de músicos e bailarinos de Buenos Aires que lotaram a Praça do Iguaçu na tarde de domingo, com um autêntico espetáculo de tango argentino. Cerca de 1600 pessoas foram conferir as apresentações.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES