Publicidade
'Suspensão temporária'

Após um ano, bikes compartilhadas da Yellow deixam de circular em Curitiba

(Foto: Valquir Aureliano)

A Grow, responsável pelas operações de Grin e Yellow, anunciou nesta quarta-feira (22 de janeiro) a retirada de suas bicicletas das ruas brasileiras. A decisão, diz a empresa, é temporária e faz parte de um processo de reestruturação, para que a companhia "promova um ajuste operacional e continue prestando serviços de forma estável, eficiente e segura", disse em um comunicado.

De acordo com a empresa, as bicicletas já foram recolhidas das ruas e na sequência serão submetidas a checagem e verificação das condições de operação e segurança. Curiosamente, o anúncio acontece justamente no dia em que a empresa celebra o seu 1º ano de operação na cidade - o serviço de compartilhamento de bicicletas e patinetes elétricos começou a funcionar na Capital no dia 22 de janeiro.

Nas últimas semanas, já havia chamado atenção na cidade uma espécie de "cemitério" de bicicletas, localizada num terreno do bairro Rebouças, no trecho da Avenida Marechal Floriano Peixoto entre as ruas Almirante Gonçalves e Brasílio Itiberê. No local, as bicicletas da Yellow Bike estavam empilhadas umas em cima das outras. Recentemente, porém, a empresa limpou o terreno, após uma série de reclamações de moradores.

“Planejar essa reestruturação nos colocou diante de decisões difíceis, porém necessárias para aperfeiçoar a oferta de nossos serviços e consolidar a nossa atuação na América Latina. O mercado da micromobilidade é fundamental para revolucionar a forma como as pessoas se locomovem nas cidades e continuamos acreditando que esse mercado tem espaço para crescer na região”, explica Jonathan Lewy, CEO da Grow, em comunicado.

Patinetes

Se as bicicletas estão saindo de cena, mesmo que temporariamente, a operação de patinetes seguirá funcionando em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. Outras cidades, como Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Guarapari (ES), Porto Alegre (RS), Santos (SP), São Vicente (SP), São José dos Campos (SP), São José (SC), Torres (RS), Vitória (ES) e Vila Velha (ES), terão as operações de patinetes encerradas.

Dessa forma, as patinetes que estavam disponíveis em cidades que deixam de receber a operação serão transferidas para os três municípios que seguem com o serviço disponível.

Trajetória

A Yellow foi criada em junho de 2017 por Ariel Lambrecht, Eduardo Musa e Renato Freitas. No começo de 2019, a marca uniu forças com a mexicana Grin, de patinetes elétricas. Surgia, então, a Grow, fundada em janeiro de 2019 e hoje presente em sete países da América Latina. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES