Publicidade
Polêmica

Boicote à Gucci mexeu na relação de Floyd Mayweather com 50 Cent

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A badalada marca Gucci está há uma semana no centro de um de um debate envolvendo racismo nos Estados Unidos. Uma balaclava preta com a cor vermelha na região da boca foi acusada de blackface -originalmente, uma maquiagem teatral para reproduzir de maneira caricata uma pessoa negra em um ator branco- e resultou em um boicote de diversas celebridades norte-americanas.

Mas mais do que isso: estremeceu a relação entre o rapper 50 Cent e o boxeador Floyd Mayweather.

O cantor é um dos maiores entusiastas do boicote à marca e tem constantemente postado em suas redes sociais críticas à Gucci e a quem decidiu não parar de comprar produtos dela. E é aí que entra Floyd Mayweather.

Também negro, o boxeador disse ao "TMZ" que não se importava com o boicote e fazia o que queria. Na última terça-feira (15), ele fez diversas compras na Gucci.

"Sabemos que o racismo ainda existe, mas isso não vai parar o meu caminho. Tenho amigos de todas as esferas da vida e para mim é claro: vidas negras importam primeiro. Mas vou continuar, é isso: viva a sua vida e seja feliz", disse.

Desde então, 50 Cent fez cinco posts no Instagram atacando Mayweather. A maior parte deles era com zoeiras sobre a postura do boxeador. Em uma delas, fez uma montagem dele no ringue usando uma bota da Gucci. Na mais pesada delas, reproduziu a roupa polêmica como se Mayweather estivesse usando.

"Dê o fora daqui, campeão!", escreveu em uma das postagens. "Campeão, você precisa de um publicitário. Cara, você fala todo o tipo de m... errada", disse em outra.

A relação de Mayweather com 50 Cent é recheada de idas e vindas. O cantor sempre foi um entusiasta do boxeador dentro dos ringues, mas se irritou com as polêmicas causadas por Mayweather durante a promoção da luta de exibição contra o japonês Tenshin Nasukawa, que aconteceu no final do ano passado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES