Publicidade
Esplanada

Após dizer que seriam 'menos de 20', Bolsonaro admite 22 ministérios

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou ontem que poderá criar até 22 ministérios em seu governo, sete a mais do que os 15 previstos inicialmente. A última pasta, segundo ele, poderá ser o Ministério das Mulheres, a partir de um pedido da bancada feminina no Congresso Nacional. Atualmente, o governo tem 29 ministérios. 
“Vai ser decidido (sobre a criação da pasta), houve um apelo por parte da bancada feminina, grande parte presente aqui”, afirmou, pouco antes de deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília.
De acordo com Onyx Lorezoni, futuro ministro da Casa Civil, a pasta reivindicada pela bancada feminina poderá ser a manutenção do atual Ministério dos Direitos Humanos, que cuida das políticas de igualdade racial, população LGBT e mulheres. “(Queremos) um direitos humanos de verdade, não esse que está aí, que não tem qualquer eco na sociedade brasileira”, disse Bolsonaro.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES