Publicidade
Previdência

Bolsonaro contraria Guedes ao falar sobre a reforma

Bolsonaro: “Sabemos que haverá mudanças”
Bolsonaro: “Sabemos que haverá mudanças” (Foto: Agência Brasil)

Depois de afirmar na manhã de ontem, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, aceita que a economia com a reforma da Previdência alcance R$ 800 bilhões em dez anos, o presidente Jair Bolsonaro disse no período da tarde que “não existe um dado mínimo”, e que Guedes fala de uma economia de em torno de R$ 1,1 trilhão. A afirmação foi feita quando Bolsonaro foi questionado sobre o número, e se ele havia conversado com o ministro.
“Eu falei, converso. A bola agora está com o legislativo. São poderes independentes. Eu gostaria que a nossa proposta saísse na ponta da linha como entrou. Mas nós sabemos até pela minha experiência de sete legislaturas que haverá mudanças. Agora, não existe um dado mínimo. O Paulo Guedes fala em torno de R$ 1,1 trilhão. Eu espero que, em havendo qualquer desidratação, que não seja um número que comprometa uma reforma”, disse Bolsonaro a jornalistas.
Ele comentou ainda que a Argentina está tendo problemas porque fez uma “reforma meia boca”. “E os problemas se avolumam”, afirmou. “E é uma preocupação de parte nossa, porque nós não queremos uma outra Venezuela aqui na América do Sul. Então, a gente espera, tem confiança, tem certeza de que o espírito patriota se faça presente junto aos deputados e senadores, como é natural do meio deles, e a reforma seja a melhor possível, porque essa é a reforma mãe, no nosso entendimento”, completou o presidente.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES