Atentado

Bolsonaro passa por cirurgia após ser atingido por facada

(Foto: Reprodução )

O candidato do PSL à presidência da República Jair Bolsonaro foi atendido no hospital Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) após ser atingido por um golpe de faca na tarde desta quinta-feira (6) durante ato de campanha. O presidenciável foi ferido na região do tórax e passou por um procedimento cirúrgico, de acordo com o hospital. A Santa Casa de Juiz de Fora (MG) divulgou nota na qual informa que o presidenciável sofreu uma "uma lesão por material perfurocortante na região do abdômen" e, às 17h50, foi submetido a cirurgia. Por volta das 19h, segundo a GloboNews, a cirurgia acabou e o candidato foi encaminhado ao Centro de Terapia Intensiva (CTI).

Segundo boletim médico, divulgado pela GloboNews às 18 horas, ele teve uma lesão na artéria mesentérica, que foi costurada e resolvida. Também teve tres lesões no intestino grosso, já resolvidas. Ele está estável e fora de risco. Os médicos estudam fazer um procedimento chamado "ileostomia", que significa utilizar uma bolsa ligada ao intestino delgado para drenar líquido intestinal. O procedimento ainda não foi confirmado. O político passou por um exame de laparotomia exploradora, com imagens que revelam eventuais danos. De acordo com a Globo News, ele recebeu duas bolsas de sangue. 

A assessoria do hospital publicou nota em seu site. "O paciente Jair Messias Bolsonaro deu entrada no hospital por volta das 15h40 com uma lesão por material perfurocortante na região do abdômen. Ele foi atendido na urgência, passou por um exame de ultrassonografia e agora está no Centro Cirúrgico." 

Bolsonaro costuma usar colete a prova de balas em atos públicos. Não há confirmação se ele estava com o equipamento no momento do atentado. O autor do atentado foi preso em flagrante. O homem, que estava sem documentos, foi levado para a Superintendência da Polícia Federal na cidade mineira. Segundo a PM-MG, o suspeito de esfaquear o candidato é Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos.

No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfald. Um vídeo mostra o momento exato em que o candidato é atacado. Imagens mostram o candidato com expressão de dor. 

Em nota, a Polícia Federal informou que o candidato "contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora/MG. O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato".