Publicidade
Tragédia no Ceará

Bombeiros buscam vida sob escombros de prédio em Fortaleza; resgate levará dois dias

O Corpo de Bombeiros do Ceará busca sobreviventes nos escombros do edifício Andrea, que desabou na manhã de ontem no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. Nove pessoas foram resgatadas ainda nesta terça-feira (15) com vida e outras nove são consideradas desaparecidas. O governador Camilo Santana disse que ainda não há confirmação oficial sobre algum óbito. Mais cedo, porém, bombeiros e a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social haviam confirmado uma morte.

Como há possibilidade de serem encontrados mais sobreviventes, as buscas pelos bombeiros estão sendo feitas manualmente, sem auxílio de maquinário pesado. A expectativa é que o trabalho de resgate dure pelo menos dois dias, com as forças de resgate trabalhando direto, 24 horas por dia, na operação.

Ainda não se sabe o que teria causado o desabamento, mas um vídeo feito um dia antes mostra a situação precária das colunas do edifício, que apresentavam enormes rachaduras. Além disso, o presidente do CREA-CE, Emanuel Maia Mota, revelou que uma obra de reforma havia sido registrada na véspera do desabamento do prédio, que tinha sete andares e foi construído há mais de 40 anos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES