Mercado da bola

Botafogo pode pagar R$ 25,7 milhões para contratar James Rodríguez

O Botafogo está mirando a contratação da estrela colombiana James Rodríguez para reforçar a equipe para a sequência da temporada. O Estadão confirmou com fontes ligadas ao clube carioca que o empresário americano John Textor, dono da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) alvinegra, está à frente da negociação, considerada "longa, burocrática e trabalhosa". Os valores pelo meio-campista de 30 anos, atualmente no Al-Rayyan, do Catar, giram em torno de US$ 5 milhões (cerca de R$ 25,7 milhões).

James chegou à equipe árabe no ano passado e gostaria de retornar ao futebol europeu. Este seria o principal empecilho para um final feliz da negociação. Da parte alvinegra, o montante pedido pelo Al-Rayyan é considerado viável.

James Rodríguez despontou mundialmente na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, quando ajudou a Colômbia a chegar nas quartas de final do torneio, sendo eliminada justamente pela seleção brasileira. Logo após o Mundial, ele foi contratado junto ao Monaco por 80 milhões de euros (cerca de R$ 240 milhões na cotação da época), mas não brilhou pelo time espanhol. Passou ainda por Bayern de Munique e Everton, da Inglaterra, antes de chegar ao Al-Rayyan,.

O futebol do clube carioca é comandado pelo empresário americano John Textor, que adquiriu 90% da SAF do Botafogo por R$ 400 milhões, em março. Nesta semana, o bilionário se tornou acionista majoritário do Lyon, time da primeira divisão da França, ao adquirir 66,5% das suas cotas.

Desde o início da Era Textor, o Botafogo já gastou cerca de R$ 70 milhões para montar um elenco praticamente do zero para o restante da temporada. A contratação mais cara até o momento foi a do volante Patrick de Paula, do Palmeiras, por cerca de R$ 33 milhões.