Publicidade
Red Bull campeão

Bragantino sofre, mas vence Botafogo e se aproxima do título da Série B

O Bragantino sofreu mais do que o esperado, mas mesmo assim deu um importante passo rumo ao título da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta sexta-feira ao vencer o Botafogo, por 3 a 2, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 34ª rodada.

Já garantido na elite, desde a rodada passada, o líder Bragantino chegou aos 68 pontos com a segunda vitória seguida e pode aumentar sua vantagem sobre o vice-líder Sport, que joga no sábado. Vaiado pela torcida, o Botafogo estacionou nos 47 e, na oitava colocação, praticamente deu adeus às chances de acesso.

Precisando da vitória para manter vivo o sonho do acesso, o Botafogo levou um balde de água fria logo aos quatro minutos, quando Edimar converteu pênalti sofrido por Aderlan. Na sequência, Nadson quase empatou em chute de fora da área. Mas quem esteve mais próximo de marcar foi o Bragantino em duas oportunidades com Roberson.

Como não poderia ser diferente, o Botafogo começou o segundo tempo buscando o empate, mas quem marcou foi o Bragantino aos 21 minutos. Ricardo Ryller arriscou de fora da área e mandou no cantinho de Darley. Na sequência, Rafael Costa foi expulso por xingar a arbitragem e complicou ainda mais a vida do time da casa.

Mesmo com um a menos, o Botafogo conseguiu diminuir aos 30 minutos em cobrança de falta perfeita de Murilo Henrique, no ângulo de Júlio César. A partida ficou aberta nos minutos finais e o Bragantino só não fez o terceiro porque Thiago Ribeiro chutou em cima de Darley.

Os acréscimos foram alucinantes. Aos 46 minutos, Bruno José tabelou com Júlio César e deixou tudo igual. Dois minutos depois, porém, Thiago Ribeiro soltou a bomba, a bola bateu no travessão e entrou, dando a vitória para o Bragantino.

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Sport, às 21h30, de novo no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O Bragantino enfrenta o Operário, na terça, também às 21h30, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR). Os jogos são válidos pela 35ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 x 3 BRAGANTINO

BOTAFOGO - Darley; Lucas Mendes, Luiz Otávio, Leandro Amaro e Pará; Pablo, Marlon Freitas e Nadson (Bruno José); Felipe Saraiva (Júlio César), Bruno Moraes (Rafael Costa) e Murilo Henrique. Técnico: Hemerson Maria.

BRAGANTINO - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Rayan e Edimar; Ricardo Ryller, Baralhas e Pedro Naressi (Bruno Tubarão); Robinho (Thiago Ribeiro), Roberson (Matheus Peixoto) e Vitinho. Técnico: Antônio Carlos Zago.

GOLS - Edimar (pênalti), aos quatro minutos do primeiro tempo. Ricardo Ryller, aos 21, Murilo Henrique, aos 30, Bruno José, aos 46, e Thiago Ribeiro, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS - Luiz Otávio, Murilo Henrique, Júlio César e Pablo (Botafogo); Robinho e Aderlan (Bragantino).

CARTÃO VERMELHO - Rafael Costa (Botafogo).

RENDA - R$ 24.360,00.

PÚBLICO - 3.307 pagantes.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES