Internacional

Brasil e Paraguai vão assinar ordem de serviço para obras de nova ponte na fronteira

Imagem da Ponte da Integração, em construção em Foz do Iguaçu
Imagem da Ponte da Integração, em construção em Foz do Iguaçu (Foto: Reprodução/DER-PR)

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Paraguai, Mario Abdo Benítez (Marito), vão se reunir nos próximos dias para autorizar as obras da nova ponte internacional entre os dois países, conectando o município paraguaio de Carmelo Peralta a Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul (MS). As obras terão recursos da Itaipu Binacional, assim como a Ponte da Integração, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco. A ligação já está 73% concluída e deve ser inaugurada em meados do ano que vem.

O anúncio da assinatura da nova ponte foi feito nesta quarta-feira (24), em Brasília, em pronunciamento conjunto após reunião bilateral entre os dois presidentes. Benítez está no Brasil em viagem oficial. A renovação do Anexo C, em 2023, da Itaipu Binacional também esteve na pauta da reunião, entre outros assuntos. “O nosso relacionamento, o nosso intercâmbio comercial, têm ido muito bem e vai ficar cada vez melhor”, afirmou Bolsonaro.

“Tratamos também do crime organizado. O Paraguai tem nos ajudado muito nesta questão. Inauguramos há pouco mais um radar em Ponta Porã e basicamente toda a nossa fronteira está blindada com esse novo radar”, acrescentou o presidente brasileiro.

Benítez destacou que a nova ponte internacional, sobre o Rio Paraguai, faz parte de um projeto maior, que é a Rota Bioceânica, permitindo que produtos brasileiros e paraguaios sejam embarcados em portos chilenos do Oceano Pacífico, reduzindo o tempo de viagem das exportações para países do Oriente, como China, Japão e Coreia do Sul.

Para o presidente paraguaio, essa obra vai “fortalecer nossa economia, nossos produtores, a nossa região, para que possamos enfrentar os grandes desafios econômicos que temos como região e como países aliados”. Ao final do pronunciamento, Benítez convidou Bolsonaro para uma viagem oficial ao Paraguai.