Publicidade
Gente de Bem

Brasil ganha desenho animado que ensina língua de sinais

‘Min e as Mãozinhas’ é o primeiro a ser produzido no país e busca de parceiros
Brasil ganha desenho animado que ensina língua de sinais
A equipe de ‘Min e as Mãozinhas’: sinais da comunicação (Foto: Maicon Renan/Divulgação)

Ir ao cinema ou mesmo assistir televisão, atividades de lazer corriqueiras entre grande parte da juventude brasileira, é algo praticamente impossível para uma criança surda. Esse cenário, contudo, deve ganhar uma alternativa em breve. É que nos próximos meses será lançado o desenho ‘Min e as Mãozinhas’, que ensina Libras (a língua dos surdos) e é inteiramente em Libras, sendo considerada a primeira produção animada do tipo no país.
Idealizado por Paulo Henrique dos Santos, que mora em Itajaí (SC) e já participou de projetos como Turma da Mônica, Show da Luna e Sítio do Pica-Pau Amarelo, entre outros, o desenho irá contar a história de Min, uma garota que vive num mundo em que as personagens falam as mais diferentes línguas – o elefante, por exemplo, fala o ‘elefantês’ e o gato, o ‘gatês’.
Assim, Min terá de superar barreiras de comunicação. E para tanto, ensinará Libras aos personagens, uma língua que todos podem usar para finalmente se entenderem, fortalecendo a amizada entre eles.

Ideia surgiu a partir de ‘confusão’ dentro de um ônibus
Curiosamente, a ideia de criar ‘Min e as Mãozinhas’ surgiu a partir de uma série de acontecimentos inusitados na vida de Paulo Henrique. Primeiro, no casamento de um amigo, ficou incomodado por não conseguir se comunicar com a cunhada dele, que se comunivaca em Libras. “‘Aprendi judô na escola, mas não aprendi Libras. Por que isso?’”
Mais recentemente, foi vez da namorada de Paulo, a professora de inglês e supervisora pedagógica do projeto, Isabel Hermes, passar por uma situação parecida num ônibus. Um surdo, que também viajava para Itajaí, havia esquecido o carregador do celular. Ele tentava, sem sucesso, pedir para as pessoas ao redor. A maioria ignorava ou falava mais alto, achando que assim ele entenderia. 
“Depois disso pensei no despreparo da população e pensei que essa realidade deveria ser apresentada desde a infância. Eu trabalho diretamente com crianças e pensei que poderia ajudar de alguma forma. Em novembro de 2017, então, mergulhei na realidade dos surdos, comecei a pesquisar e pensar no projeto.”
“Essas barreiras de comunicação encontramos todos os dias, no seu dia a dia você pode encontrar com um árabe e, se não souber o idioma, vai ter que dar um jeito de se comunicar. Essa é a idéia básica de abordagem da língua. Libras é a ferramenta de solução e aproximação de realidades, ensinada por uma personagem inteiramente capaz, criativa e divertida”, diz o criador do projeto. 
Ainda segundo ele, o desenho tem o objetivo de ser (finalmente) uma opção, de entretenimento para as crianças surdas. Mas não é só isso. Ou melhor, vai muito além disso. “Queremos incentivar o ensino e a curiosidade quanto a Libras para a população, a fim de termos uma sociedade mais inclusiva.”

Episódio piloto já está pronto e estreia será num cinema
Dos 13 episódios pensados para a primeira temporada, por enquanto apenas o primeiro (episódio piloto) já foi produzido. “Estamos à procura de patrocínio para desenvolver os outros 12 episódios”, explica Paulo Henrique.
A estreia do desenho, contudo, deve acontecer em breve, no segundo semestre deste ano. E será num cinema – depois os episódios serão disponibilizados também no YouTube para que todos possam acompanhar as aventuras de Min.
“Iremos exibir primeiramente no cinema, para que as crianças surdas possam finalmente ter um desenho que possam assistir na telona e aproveitar, lugar que até agora não podiam frequentar. Tinham de levar um responsável, olhar para a tela e para o lado, para que ele explicasse, o que é impensável. Então pretendemos mudar isso também”, destaca.
Não à toa, a primeira temporada foi pensada para ter 13 episódios, numa espécie de plano de ensino, com introdução, desenvolvimento de vocabulário, adaptação e revisão. “Isso permitirá à criança se expressar, falar o que gosta, não gosta, o que quer e afins”, explica Paulo Henrique.
Libras
Libras é a sigla de Língua Brasileira de Sinais, um conjunto de formas gestuais utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e outras pessoas, sejam elas surdas ou ouvintes.

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES