Publicidade
Carreira & Cia

Breve conversa com Ricardo Amorim sobre crise e oportunidade

Crises econômicas podem ser vistas apenas como momentos adversos, numa ótica pessimista, ou como oportunidades de inovar, criar ou investir em um negócio, e deslanchar sua carreira profissional. Essa segunda visão é a recomendação do economista e consultor financeiro Ricardo Amorim, que ministrou palestra em Curitiba, a convite da Unimed Curitiba.

É hora de investir na qualificação profissional?
Sem dúvida. A crise mudou o jogo de forças no mercado de trabalho. Até um ano e meio atrás, quem queria contratar não encontrava profissional: ou era muito caro, ou não tinha gente boa. Hoje isso se inverteu: falta emprego e tem muita gente para trabalhar. Então quem não está contente com a equipe que tem, ou com a qualificação do grupo, essa é a hora de investir e tornar sua equipe melhor.

E em relação ao mercado da Saúde no Brasil?
Em 15 anos, saltamos de 30 para 50 milhões de usuários de planos de saúde no Brasil. O envelhecimento da população também traz muitas oportunidades para a classe médica, principalmente em relação à geriatria e as especialidades relacionadas à terceira idade.

A tecnologia também contribui neste cenário?
Ela tem papel fundamental. Saímos de uma era de baixo custo, baixo acesso à saúde e à tecnologia para o período atual, em que a tecnologia e os custos estão altos, mas o acesso à saúde continua reduzido. As expectativas para o futuro são otimistas nesse ponto: conforme a tecnologia avança e reduz os custos, o acesso da população tende a aumentar.

Os países emergentes continuam tendo projeção na economia mundial?
O bom momento continua, sim, em especial na América Latina. A oferta de serviços e oportunidades de negócios não está mais vindo dos Estados Unidos e da Europa, e sim dos países emergentes. Além disso, o mundo nunca gerou tanta riqueza quanto agora: a renda global dos últimos 10 anos é maior que dos 150 anos anteriores que, por sua vez, supera tudo que já foi gerado no planeta em toda a história.

E o Brasil, está perto de sair da crise?
Os fatores que desencadearam o cenário atual já estão ficando para trás. As medidas que o governo aponta para 2016 nos mostram um cenário melhor do que deste ano e dos quatro anteriores. Já os fatores que fazem a América Latina, como um todo, crescer devem continuar. Cabe ao Brasil voltar a aproveitar este momento e fazer da crise uma oportunidade para a retomada do crescimento.

Curtas

* Criatividade é o processo de gerar boas ideias e de onde estas ideias vêm para que consigamos criar negócios inovadores de crescimento empreendedor. Como a educação interfere neste processo?. No dia 03/12 a Amcham proporciona troca de informações e procura criar uma nova visão do mundo tecnológico. Informações: isabella.slompo@amchambrasil.com.br

* Livro: Ataque!Transforme incertezas em oportunidades. Aborda as habilidades necessárias para lidar nesse contexto de imprevisibilidade, reforçando a necessidade de mergulhar no incerto para passar a enxergar oportunidades e ganhar vantagem competitiva.  Autor Ram Charan. HSM Editora, 176 Páginas.

* A HFA Hollywood Film Academy chega à Curitiba com a proposta de formar profissionais ao encontro das reais urgências do cinema e televisão. Inspirada nas práticas e técnicas do cinema hollywoodiano, oferece cursos com profissionais atuantes e experts no mercado de trabalho. O aluno aprende cinema na prática e molda seu aprendizado de acordo com suas habilidades e preferências individuais. Formam cineastas completos, prontos para produzir desde filmes publicitários, documentários, até longas-metragens. Informações: hfabrasil.com.br | http://www.rgfilmes.com


Esqueça os tempos de aflição, mas nunca esqueça o que eles lhe ensinaram

(Herbert Spencer Gasser)

 

 

 

 

www.ineam.com.br

 

www.hamiltonfonseca.com.br

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES