Vale do Pinhão

Broder, Superintel, Eyevision e Isket são as primeiras finalistas do Pitch Live

As startups curitibanas Broder, Superintel, Eyevision e Isket são os primeiros quatro finalistas do 1º Pitch Live, inédita competição on-line de produtos e serviços inovadores promovida pelo Vale do Pinhão. As empresas se classificaram, na última sexta-feira (19/6), entre dez concorrentes do grupo 1. Na próxima sexta-feira (26/6),  às 16h30, outros quatro finalistas do Pitch Live serão definidos, entre dez partipantes do grupo 2, para a grande final no dia 1º de julho.

Segundo Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, a disputa na primeira seletiva superou todas as expectativas. "As startups apresentaram produtos inovadores para os mais diferentes segmentos, como varejo, segurança, finanças, esporte e impacto social. Todas com potencial de crescimento local, nacional e internacional", avaliou. 

Cris lembrou que mais de 70 startups se inscreveram para a primeira edição do Pitch Live, que mobilizou todo o Vale do Pinhão. "Com a pandemia do novo coronavírus, os eventos presenciais de inovação estão suspensos e, por isso, o ecossistema de inovação de Curitiba se uniu para lançar em tempo recorde essa  competição que une disputa e aprendizado", reforçou.

O Pitch Live é dividido em três etapas e em duas delas - as dos dias 19 e 26 de junho - estão ocorrendo os pitchs (apresentações rápidas de 3 minutos) on-line, quando as 20 startups selecionadas “se vendem” para jurados indicados por fundos de investimento, universidades e entidades do Vale do Pinhão. 

Na final, no dia 1º de julho, às 16h, os oito finalistas farão pitches de quatro minutos (cada) e os jurados terão mais três minutos para fazer perguntas.

Participam das bancas representantes do Anjos do Brasil, Curitiba Angels, Redpoint Eventures, Bzplan,  HAG Ventures, GoVentures, BumpLab Startup, Platta Investimentos, JUPTER, Founder Institute Brazil, Honey Island Capital, VMF Participações, 2be Solutions, Excelência Participações, Caravela Capital, Assespro-PR, Sebrae-PR, UFPR, UTFPR, Distrito Spark CWB e Hotmil PUCPR.

Premiação

Como premiação do Pitch Live, as startups receberão certificados como "Empresa Promissora" (2º e 3º lugares) e "Empresa Destaque” (1º lugar), oferecidos pela Agência Curitiba. Além disso, os fundos de investimento parceiros irão oferecer mentorias e a possiblidade de as empresas mais bem colocadas participarem de programas de aceleração e até de rodadas de investimento.

Na abertura da primeira seletiva, na sexta-feira (19/6), Cris Alessi anunciou que todas as startups inscritas no Pitch Live vão ganhar um curso de 30 horas da HAG Ventures. "Os programas de educação empreendedora da HAG são baseados na aprendizagem experiencial, resolução de problemas e execução de projetos com mindset (mentalidade) global", destacou a presidente da Agência Curitiba. 

Além dos quatro finalistas, também participaram da primeira seletiva as startups Pixfy, Chavi, BJJ Progress, Huntax, PluzApp e Livite. Na próxima sexta-feira (26/6), irão competir pelas últimas vagas da final as empresas Wilsoncare, Nobis, Z1 Tecnologia, Kenzie Academy, Opogus, Firefly, Rangri, Nex Energy e Exy Innovation. 

 

Os primeiros quatro finalistas do Pitch Live

Broder - A startup curitibana oferece um aplicativo que conecta voluntários a idosos e pessoas com deficiência. As atividades podem variar desde idas a consultas médicas, compras em feiras ou mercados a caminhadas com os pets. 

Superintel - Incubada na Hotmilk PUCPR, a  empresa criou uma plataforma que alerta para risco da perda de produtos por validade e faz o acompanhamento logo no recebimento deles pelos supermercados. 

Eyevision - A startup usa a inteligência artificial e visão computacional para o monitoramento de equipes para evitar, por exemplo, sonolência e acidentes. Tudo é processado por avançados algoritmos da rede neural, que realizam milhares de operações em cada imagem. 

Isket - A empresa usa a inteligência artificial para "extrair" dados de portais de imóveis para subsidiar ações de construtoras, incorporadoras e imobiliárias (como avaliação de lançamentos da concorrência, comparação de preços e outros).