Câmara cassa mandato de vereador acusado de quatro crimes

A Câmara de Vereadores de Apucarana decidiu de forma unânime cassar o mandado do vereador Alcides Ramos Júnior (DEM), que inclusive já chegou a presidir o legislativo. O político é acusado de peculato, concussão, improbidade administrativa e assédio moral no trabalho.

Segundo informações do portal TNOnline, Alcides teria rachado salários com servidores e desviado recursos do Legislativo. A cassação acontece após uma
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada em julho deste ano, investigar se o agora ex-vereador desviou dinheiro público.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) já havia denunciado Alcides, que exigia que os servidores dividissem metade de seus salários com ele – com o esquema, o democrata, que estava afastado do cargo desde agosto, teria recebido aproximadamente R$ 177,9 mil.