Parada

Caminhoneiros marcam greve geral com início no dia 1º de fevereiro

Caminhoneiros insatisfeitos com a política para o setor marcaram uma greve geral a partir do dia 1º de fevereiro. O preço do diesel e o não cumprimento de acordos antigos estão entre os motivos da mobilização da categoria que, em 2018, realizou uma greve que praticamente paralisou as grandes cidades.

Os caminhoneiros reclamam que o combustível consome entre 50% a 60% dos ganhos dos motoristas, por isso com as altas sucessivas do preço nas refinarias, está se tornando impraticável a atividade de transporte. A mobilização acontece pelas redes sociais.