Covid-19

Campanha #AbrilPelaVida faz abaixo-assinado por lockdown de 21 dias para salvar 22 mil vidas

(Foto: Divulgação)

A campanha #AbrilPelaVida, apoiada por grandes nomes das áreas da saúde e economia, ganha agora o reforço de um abaixo-assinado na maior plataforma de petições do Brasil, a Change.org. O objetivo é engajar a sociedade na proposta direcionada ao governo federal, governadores e prefeitos pela adoção de um lockdown de 21 dias, acompanhado de auxílio emergencial, como forma de salvar 22 mil vidas que podem ser perdidas à covid-19.

O abaixo-assinado - www.change.org/AbrilPelaVida - foi lançado nesta segunda-feira (5) pela organização Impulso Gov, que realiza a campanha, e já reuniu milhares de assinaturas. A organização ainda criou uma página na internet, por meio da qual também engaja apoiadores.

Com base em evidências científicas, os especialistas que participam da campanha apontam, na carta, que a medida deve ser adotada durante três semanas para conter o avanço da pandemia no Brasil, evitando a chegada à marca trágica de 5 mil mortes diárias.

Segundo os organizadores do movimento, um lockdown rígido de apenas 21 dias é o tempo necessário para que a vacinação comece a fazer efeito significativo e as mortes reduzam. Os especialistas apontam que, além de poupar 22 mil vidas neste período e evitar a marca de 5 mil óbitos diários, a medida reduziria a média móvel de mortos pela metade, proporcionaria tempo para a vacinação dos idosos a partir de 60 anos, diminuiria a sobrecarga do SUS e evitaria ainda o surgimento de novas cepas e variantes do novo coronavírus.

Sem esquecer do impacto na economia, o movimento propõe que, neste período, seja concedido um auxílio emergencial em parcela única no valor de uma cesta básica para pessoas físicas e no valor de R$ 1 mil para micro e pequenas empresas. O benefício seria uma forma de garantir que o máximo de pessoas possa ficar em casa em segurança.

“Seu apoio é muito importante para mostrarmos aos governantes que sabemos o que deve ser feito e que demandamos a adoção urgente de medidas baseadas em evidências. Só assim salvaremos vidas”, afirma trecho do abaixo-assinado hospedado na Change.org. “Apenas juntos conseguiremos pressionar por medidas que irão reverter o avanço da covid no país, desafogar nosso sistema de saúde e salvar vidas”, conclui o texto da petição.

Entre os especialistas e pessoas públicas que apoiam o #AbrilPelaVida estão o médico, neurocientista e professor da Duke University Miguel Nicolelis, o youtuber Felipe Neto, a jornalista Rita Lisauskas, e o ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero.