Publicidade
Junho Vermelho

Campanha estimula a doação de sangue na época mais fria do ano

Doações costumam cair no inverno, por isso campanha já começou
Doações costumam cair no inverno, por isso campanha já começou (Foto: Venilton Küchler/Arquivo ANPr)

O mês de junho é tipicamente o período que as temperaturas começam a cair, propiciando aumento da incidência de infecções respiratórias, além da temporada de provas em universidades, escolas e do início das férias escolares. Por isso é o período em que se costuma registrar quedas significativas nos estoques dos bancos de sangue, públicos e privados. Para destacar a importância da doação de sangue nesse momento do ano, começou no último sábado a campanha Junho Vermelho.

A campanha iluminará com a cor vermelha, durante todo o mês, instituições públicas e privadas, prédios históricos e monumentos em diferentes localidades do país. Serão feitas ações especiais durante a semana do Dia Mundial do Doador de Sangue, que é comemorado no dia 14 de junho. Lançada no estado de São Paulo, a campanha Junho Vermelho ganhou status de lei estadual em 15 de março de 2017 (nº 16.386) e passou a ser promovida em todo o país.

Hemepar
No Paraná, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), que abastece os hospitais públicos e aqueles com atendimento SUS, precisa de 16 mil doações por mês para manter os estoques. Quando começar o período de férias, em especial, as doações são fundamentais já que o número de acidentes nas estradas costuma crescer.
O Hemepar abastece 385 hospitais do Paraná. Qualquer pessoa entre 16 e 69 anos, em bom estado de saúde e com mais de 50 quilos, pode doar.


Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES