Publicidade

Canais de TV vão trocar transmissões esportivas por debates e documentários

A pandemia do novo coronavírus não causa só suspensões de campeonatos esportivos. A suspensão e o adiamento de jogos também vai afetar a programação dos principais canais de televisão por assinatura que transmitem as principais competições do mundo. A interrupção do calendário de modalidades como NBA, Fórmula 1, Campeonato Paulista e ligas europeias fazem a direção das emissoras prometerem investir em atrações alternativas para a grade de programação.

Conhecida pela transmissão das principais ligas europeias, a ESPN explicou em nota que vai fazer ajustes para compensar as interrupções dos Campeonato Inglês e Espanhol. "Com as alterações na grade de programação, programas especiais serão exibidos, bem como documentários, entrevistas e conteúdo de acervo das ligas", diz o texto.

Em outra frente, a ESPN vai completar a grade de programação com as atrações ao vivo e de debate em formato mais extenso. "A emissora neste momento ampliará o número de horas ao vivo das atrações jornalísticas para eventos que não serão realizados. Internamente todas as providências estão sendo tomadas para garantir a saúde, segurança e o bem-estar de todos que trabalham na empresa", explica.

Responsável pelos canais SporTV, o Grupo Globo afirma que já está em estudo a substituição de transmissões dos Campeonatos Estaduais. "As decisões serão tomadas caso a caso. Estamos acompanhando todos os desdobramentos do avanço da pandemia e estamos prontos para acomodar qualquer mudança ou cancelamento", diz a nota enviada pelo departamento de comunicação da Globo.

A Fox Sports também vai fazer ajustes na programação. A emissora deve apostar nos próximos dias na transmissão da Copa do Nordeste, torneio que ainda não foi paralisado, e promete realizar uma grande mudança na grade das atrações para substituir os jogos de torneios suspensões. A Fox Sports tem entre os principais atrativos os jogos ao vivo da Copa Libertadores.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES