Bosque Alemão

Casa Encantada terá contação de histórias inclusiva para crianças autistas

(Foto: Divulgação/SMCS)

A primeira contação de histórias inclusiva para crianças autistas será neste domingo (7/3), às 11h, na Casa Encantada, no Bosque Alemão. A estreia faz parte da semana de programação especial pelo Dia Mundial da Conscientização do Transtorno do Espectro Autista, realizada de 30 de março a 7 de abril, em Curitiba.

Nos outros primeiros domingos de cada mês, as sessões inclusivas para crianças autistas acontecerão às 15h.

Denise Moraes, coordenadora da Assessoria de Direitos da Pessoa com Deficiência, conta que a sessão foi planejada em conjunto com psicólogos da pasta, mães de crianças autistas e as professoras da rede municipal que se fantasiam de bruxas para contar as histórias na Casa Encantada.

“Tudo foi preparado com muito cuidado, respeitando as características dessas crianças e pensando em proporcionar a elas o acesso a uma atividade cultural”, explica Denise.

Uma das recomendações é que as famílias de crianças autistas cheguem uma hora antes da contação e entrem no Bosque Alemão pela Rua Francisco Schaffer. Segundo Fernada Primo, psicóloga da Assessoria de Direitos da Pessoa com Deficiência, chegar cedo é o melhor para que eles conheçam o ambiente. “Cada um tem o seu tempo e é importante respeitar”, afirma.

As crianças só poderão permanecer na sala da contação de histórias acompanhadas de um responsável. "Caso eles se desorganizem, os pais podem sair do ambiente para acalmá-los e contar com o apoio de nossa equipe", conta Fernanda.

“Adaptamos as histórias, usamos recursos como fantoches para tornar a contação mais concreta, já que as crianças autistas tem dificuldade em entender figuras de linguagem e metáforas”, conta a Bruxa Beth.

Outra preocupação neste sentido foi o convite para a sessão. A Bruxa Beth gravou um vídeo que a mostra se maquiando e vestindo a fantasia da personagem.

Teste

Em dezembro do ano passado, foi realizada uma sessão teste para estabelecer estas orientações. “Autistas podem ter audição muito sensível, por isso não usaremos microfones”, explica Denise. Ela ressalta, ainda, que as sessões da Casa Encantada são inclusivas, ou seja, com participação de pessoas com e sem deficiência.

“Não fazemos atividade exclusivas e sim inclusivas. Porque nossa intenção é educar as pessoas para inclui-las no dia a dia. A inclusão começa com atitudes simples, como um cumprimento”, afirma Denise.

Conscientização

O 2 de abril passou a ser considerado Dia Mundial da Conscientização do Transtorno do Aspecto Autista (TEA) desde que foi referendado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em novembro de 2007.

A data é um incentivo para compreender as três síndromes que fazem parte do Espectro Autista e, consequentemente, entender a importância da inserção dos indivíduos na sociedade.

Em Curitiba, a Semana Municipal da Conscientização Sobre o Transtorno do Espectro Autista é lei desde 2016. De autoria do vereador Pier Petruzziello, a lei 14.809 visa promover, com palestras e eventos, reflexão e conscientização a respeito das síndromes.

No dia 2 de abril a estufa do Jardim Botânico será iluminada de azul, cor que identifica o trabalho com autismo.

Serviço: contação de histórias inclusiva na Casa Encantada

Dia: domingo (7/4)

Horário: 11h

Local: Bosque Alemão. Sugestão de entrada pela Rua Francisco Schaffer

Informações: 3221-2262

Evento gratuito