Pandemia

Casos ativos de Covid-19 em Curitiba caem ao nível de seis meses atrás

Ontem, Curitiba confirmou mais 477 casos: taxa de ocupação de leitos era de 67%
Ontem, Curitiba confirmou mais 477 casos: taxa de ocupação de leitos era de 67% (Foto: Franklin de Freitas)

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba registrou, nesta terça-feira (3), 477 novos casos de Covid-19 e 17 óbitos. Até o momento foram contabilizadas 6.724 mortes na cidade e 261.216 casos de Covid-19 desde o início da pandemia.

São 5.877 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. O número de casos ativos abaixo de 6 mil não era registrado desde 23 de fevereiro deste ano, quando o boletim trazia 5.992 casos do tipo na Capital.

Ontem, a taxa de ocupação dos 431 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 estava em 67%. Restavam 141 leitos livres. A taxa de ocupação dos 398 leitos de enfermarias SUS Covid-19 estava em 69%. Havia 124 leitos vagos.

Paraná

Já a taxa de transmissão no Paraná não para de subir desde o dia 11 de julho, quando o índice chegou ao mais baixo desde 10 de fevereiro, segundo o sistema Loft Science: 0,68. De acordo com dados do sistema, na segunda-feira a taxa estava em 0,89. Na última quinta-feira, o índice estava em 0,80. Na ocasião, era o terceiro menor do País. Ontem, no entanto, o Paraná já era o décimo quinto no ranking nacional.

Apesar do crescimento da transmissão, vale a pena lembrar que o número ainda é menor em relação a outros picos, como 1,58 em 11 de março e 1,48 em 25 de junho. Porém, com a chegada da variante Delta, o Estado mantém o alerta.

Nesta terça-feira (3), a Secretaria de Estado da Saúde divulgou mais 3.069 casos confirmados e 141 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.379.780 casos confirmados e 35.227 óbitos.

Brasil

O total de pessoas que pegaram Covid-19 no País desde o primeiro caso, em fevereiro do ano passado, subiu para 19.985.317. Nesta terça-feira (3), foram registrados 32.316 novos casos da doença. Ainda há 680.520 casos de Covid-19 em acompanhamento. O nome é dado para pessoas cuja condição de saúde é observada por equipes de saúde e que ainda podem evoluir para diferentes quadros, inclusive graves.

As vidas perdidas em razão da Covid-19 foram a 558.432. Entre a segunda-feira e ontem, secretarias estaduais de saúde confirmaram 1.209 mortes pela doença. Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde.

Mais de 1,052 milhão de pessoas já foram vacinadas na Capital

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até segunda-feira, 1.052.850 pessoas com a primeira dose da vacina anticovid ou com o imunizante de dose única (Janssen). No Paraná, até ontem, foram 8.185.765 paranaenses imunizados com pelo menos uma dose.

Até o momento, 1.015.986 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Desse total, foram vacinados: 499.613 pessoas da população em geral (convocadas por idade); 212.444 idosos com 65 anos ou mais; 116.693 pessoas com comorbidades; 10.969 gestantes e puérperas; 8.177 pessoas com deficiência; 82 indígenas; 1.124 pessoas em situação de rua; 6.982 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência; 97.778 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação); 16.348 trabalhadores das forças de segurança; 42.575 educadores (entre professores e trabalhadores da Educação Básica e Ensino Superior) e 1.252 trabalhadores da limpeza pública.

No Paraná, 5.835.413 pessoas tomaram a primeira dose da vacina. Outros 2.046.635 já receberam a segunda dose e 303.697 a vacina de dose única.

Imunização completa — Em Curitiba, 396.164 pessoas receberam a segunda dose da vacina até o sábado e outras 36.864 pessoas receberam a vacina em dose única, completando esquema vacinal anticovid.

A cidade já aplicou 1.449.014 unidades da vacina anticovid - primeira e segunda doses ou dose única.

Doses recebidas — Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 1.685.543 doses de vacinas, sendo 1.059.126 para primeira dose, 588.237 para segunda dose e 38.180 doses de aplicação única. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, como por exemplo, quebra acidental de frascos.