Publicidade
CBF

Athletico abre o calendário 2020 do futebol brasileiro com a disputa da Supercopa

Athletico campeão da Copa do Brasil
Athletico campeão da Copa do Brasil (Foto: Arquivo Bem Paraná/Paulo Lisboa)

A CBF divulgou nesta quinta-feira o calendário do futebol brasileiro para a próxima temporada. A principal mudança é que as competições serão interrompidas nos cinco períodos em que haverá datas Fifa, o que inclui a reta final dos Estaduais e do Campeonato Brasileiro.

Outra mudança é a disputa da Supercopa do Brasil, jogo que colocará frente a frente o Athletico Paranaense, vencedor da Copa do Brasil, e o campeão brasileiro deste ano. O jogo será em 19 de janeiro, em local a ser definido.

Para adequar as datas Fifa ao calendário do País, a CBF precisou negociar com a Conmebol e com as federações estaduais, "ganhando" com isso quatro datas. "Tivemos que ganhar duas datas da Conmebol, fazer a junção das semifinais das competições (Libertadores e Sul-Americana), que no ano que vem serão na mesma semana", explicou Manoel Flores, diretor de Competições da CBF. A confederação sul-americana vinha fazendo as semifinais de seus torneios em épocas diferentes.

"Também tivemos um ganho de duas datas contando com a colaboração das federações estaduais, passando pra 16", complementou Flores. Até este ano, os estaduais eram disputados em até 18 rodadas.

As datas Fifa acontecem nos meses de março, junho, setembro, outubro e novembro, sempre com rodadas duplas. À exceção de junho, que tradicionalmente é reservado para amistosos de seleções, as outras quatro serão ocupadas pelas Eliminatórias para Copa do Mundo do Catar, em 2022. Nesses períodos, não haverá rodada no calendário de clubes do País.

O Brasileirão só não vai parar durante a disputa da Copa América, que será realizada em conjunto por Argentina e Colômbia. "A Copa América foi divulgada muito depois de concebido, de pensado o calendário. Seria inviável contornar", comentou o diretor.

"O calendário é a junção de compromissos contratuais que existem nas mais diversas esferas - Fifa, Conmebol, CBF e federações estaduais - e fazer que tudo aquilo se encaixe no calendário anual. Tem questões de férias que têm que ser respeitadas, um mínimo de pré-temporada, um respeito à data Fifa, que era isso que a gente buscava e conseguimos", explicou Flores.

Assim, os estaduais irão iniciar em 22 de janeiro e deverão terminar até 26 de abril. O Brasileirão da Série A, por sua vez, começará na semana seguinte, em 3 de maio, e irá se estender até 6 de dezembro. A Copa do Brasil terá sua primeira fase disputada em 5 de fevereiro, e a finalíssima deverá ocorrer em 16 de setembro.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES