comportamento

Modaterapia: Celebre a sua beleza

Como pode a gente ser tão igual e tão diferente ao mesmo tempo? A diversidade é legal e deixa tudo bem mais interessante
Como pode a gente ser tão igual e tão diferente ao mesmo tempo? A diversidade é legal e deixa tudo bem mais interessante (Foto: Fotos: Pinterest/Reprodução)

O ano virou, as expectativas foram atualizadas, os desafios permanecem e a vida, bom, essa, a gente agarra pelos cabelos, abraça, acaricia e promete fazê-la feliz daqui para frente.

Para cumprir, basta entender que a vida não é uma terceira pessoa, ela pulsa dentro de você. Cuide-se, se agrade, se ame, seja gentil, se coloque como prioridade, mesmo que a rotina pese, o tempo voe, as necessidades surjam. Ame-se como um todo e aos pedacinhos. Se não gosta de algo, mude se quiser, ou, simplesmente, olhe para o que acha mais lindo em você. Pode ser sua boca, seu nariz, seus pés, seu colo, o jeito que mexe nos cabelos, o sorriso, a inteligência, o senso de humor, a coragem, sua humanidade. 

A beleza mora em você. E, com certeza, a sua beleza é diferente dos outros. Por isso é que não há como padronizar. É injusto, bobagem, perda de energia e de graça. A diversidade é mais rica, mais divertida, mais inclusiva, mais democrática. Feliz ano diferente! Feliz vida nova!

Imperfeições para uns, tesouros para outros. Ressignifique os seus e seja mais feliz

A sensualidade não tem idade. Ouse mais, se divirta, conquiste

Suas curvas querem liberdade. Não se esconda mais, vá lá, tome banho de mar, brinque, ria