Publicidade
Série B

Centroavantes do Coritiba precisam de 500 minutos para fazer um gol

"Evandro: centroavante com melhor m\u00e9dia de gols no Coxa em 2018"
"Evandro: centroavante com melhor m\u00e9dia de gols no Coxa em 2018" (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba já escalou quatro centroavantes diferentes na temporada 2018. Na maior tempo do tempo, o time só teve um jogador atuando nessa função. Em poucos minutos, durante a temporada, dois atacantes jogaram centralizados ao mesmo tempo. E os especialistas nessa posição têm números modestos.

Alecsandro, Kleber Gladiador, Evandro e Bruno Moraes foram os centroavantes escalados até agora pelo Coritiba. 

Quem tem a melhor média é Evandro. Ele fez um gol nos 403 minutos que ficou em campo. A segunda melhor é de Kleber, que tem um gol nos 420 minutos dentro do gramado. Alecsandro fez dois gols nos 1.021 minutos, ou seja, a média dele é de um tento a cada 510 minutos. E Bruno Moraes ainda não marcou após 180 minutos em ação. Na média, um centroavante do Coritiba marca um gol em 2018 a cada 506 minutos dentro de campo. Ou seja, são necessárias cinco partidas inteiras (450 minutos) e mais de um tempo inteiro (45 minutos) para um jogador dessa posição anotar um tento.

OS CENTROAVANTES DO COXA 
Números na temporada 2018
Evandro: 1 gol a cada 403 minutos
(1 gol, 8 jogos, 403 minutos)

Kleber: 1 gol a cada 420 minutos
(1 gol, 6 jogos, 420 minutos)

Alecsandro: 1 gol a cada 510 minutos
(2 gols, 15 jogos, 1021 minutos)

Bruno Moraes: 0 gol
(0 gol, 2 jogos, 180 minutos)

Média dos centroavantes: 1 gol a cada 506 minutos
(4 gols, 31 jogos, 2.024 minutos)

O técnico Sandro Forner, que comandou o Coritiba em 20 das 21 partidas de 2018, usou o esquema tático 4-1-4-1 como base. Chegou a variar para o 4-2-3-1 em alguns momentos. Em minutos finais de algumas partidas, também apelou para o 4-4-2, com dois centroavantes. 

O auxiliar Tcheco montou o Coritiba no 4-3-1-2 contra o Atlético-GO, na última segunda-feira, mas com apenas um centroavante (Bruno Moraes). O outro atacante, Kady, passou a maior parte do jogo fora da área e ajudando na criação de jogadas.

O técnico Eduardo Baptista, que assumiu o comando do Coxa na quarta-feira (dia 18), adotou o 4-1-4-1 e o 4-2-3-1 como base pelos clubes que passou. Na primeira entrevista, o treinador avisou que não pedirá reforços, por enquanto. Ele prefere primeiro analisar o elenco atual para depois, se necessário, pedir contratações pontuais.

Se ainda não deslanchou no Coritiba, Bruno Moraes teve bom desempenho no Paulistão 2018. Pelo Botafogo-SP teve média de um gol a cada 195 minutos em campo (foram cinco gols em 11 jogos, com 976 minutos no gramado).

OS ARTILHEIROS
Do Coritiba em 2018
Guilherme Parede (ponta) 3 gols 17 jogos 1.117 minutos
Julio Rusch (volante) 3 gols 19 jogos 1.549 minutos
Kady (meia-atacante) 2 gols 13 jogos 545 minutos
Alecsandro (centroavante) 2 gols 15 jogos 1.2012 minutos
Thalisson Kelven (zagueiro) 2 gols 16 jogos 1.442 minutos

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES