Publicidade
Pandemia

Chefe da Federação Catarinense de Futebol revela teste positivo para covid-19

Após casos confirmados de covid-19 no elenco da Chapecoense, o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti, revelou neste domingo que testou positivo para o novo coronavírus. O dirigente, contudo, não revelou que tipo de exame realizou e disse ter feito outro teste, que teria apontado resultado negativo.

"Eu fui testado positivo na terça-feira. Fiz junto com os árbitros em Camboriú e deu positivo. Me isolei, vim pra casa e mandei minha esposa fazer também. O dela deu negativo. Fiz outro que deu negativo", declarou o dirigente, em entrevista à rádio CBN Diário. Ele questionou o resultado: "E aí? É muito subjetivo".

Neste fim de semana, todos os jogos das quartas de final do Campeonato Catarinense foram adiados em razão de 14 casos confirmados no elenco e na comissão técnica da Chapecoense. A decisão de adiar partiu do governo estadual, após orientação da Superintendência de Vigilância em Saúde Estadual. Há ainda casos positivos no Joinville, Criciúma, Figueirense e Marcílio Dias.

Na mesma entrevista, o presidente da Federação disse que pretende fazer uma reunião virtual com membros do governo estadual para obter a liberação para a retomada dos jogos em um prazo de duas semanas.

"Vamos tentar uma conversa com o secretário para retornar em 14 dias, que é o prazo da quarentena. A partir de ontem (sábado) está valendo. Então nestes 14 dias, voltaremos com o futebol com um acerto com a Secretaria. Mas temos que mudar o protocolo para terminar o Estadual. O teste PCR pode ser regra e o protocolo seguir outros exemplos, como da indústria, onde haja um elemento contaminado, que ele seja afastado e os outros permaneçam", comentou Angelotti.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES