Publicidade
No fogo

Churrasco suíno: conheça os cinco melhores cortes

(Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa)

Ao contrário do que muitos imaginam, a carne suína é saudável e ainda conta com sabor único. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, a carne suína é a proteína mais consumida em todo o mundo, sendo o Brasil o quarto maior produtor e exportador do alimento: são produzidas aproximadamente 3,76 milhões de toneladas anualmente.

Esse tipo de carne, assim como as outras, pode ser grelhada, cozida e assada, com uma diferença: é mais saudável. Dependendo do corte, a carne suína chega a ter menos colesterol e gordura que o frango, por exemplo.

Uma das forma de degustar uma boa carne de suíno é no churrasco. Popular desde a década de 70, a prática é unanimemente uma paixão nacional, que reúne familiares e amigos em qualquer lugar. O churrasco com a carne de suíno ainda é menos comum entre os brasileiros, mas aos poucos está se tornando mais popular. A proteína é rica em fósforo, potássio, vitaminas B6 e B12, entre outros nutrientes. Pode-se afirmar que o aproveitamento da carne suína é de 100%. O segredo é escolher uma que seja certificada e que dê a garantia de que é de procedência, para não ter problemas.

Confira cinco cortes principais:

Filé Mignon: macia e saborosa, essa parte é derivada do lombo suíno e pode ser encontrada em cortes como bife, medalhão e escalope - pedaço desossado. É possível encontrar a peça já preparada, como o Filé Mignon Suíno Temperado Alegra, feito com alho, cebola, alecrim, pimenta branca, páprica, salsa e cebolinha, pronto para o churrasco.
Costela: quem resiste a uma saborosa costela? Essa peça é a que faz o maior sucesso entre os consumidores e é também a que contém mais gordura. O preparo exige atenção (e tempo) para manter a suculência, podendo ser marinada ou feita com diferentes temperos e assada em fogo lento.
Lombo: também chamado de lombinho, esta peça é equivalente ao contra-filé bovino e é considerado um corte leve. Ele completa os pratos das refeições do dia a dia e, claro, é um corte que não pode faltar no churrasco do fim de semana. O preparado dessa parte da carne suína merece atenção: por ser mais delicado, é preciso ter cuidado para que não fique ressecado.
Picanha: pode ser temperada de várias formas, conforme preferência. É uma das peças mais saborosas, chamada de sub-corte da alcatra. Também temperada com especiarias naturais, a Picanha Suína Temperada Alegra é uma opção prática para grelhar na churrasqueira.

Maminha: retirada do pernil suíno, a maminha combina com vários pratos e acompanhamentos. Pode ser preparada como bife e grelhada na churrasqueira. Assim como a costela, contém grande quantidade de gordura, por isso, é suculenta, saborosa e macia. A dica é cortar em fatias sempre contra as fibras da carne.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES