Alagamentos e inundações

Chuva não dá trégua no Litoral e bombeiros precisam resgatar pessoas com bote inflável

(Foto: PMPR/BPMoa)

O 8º Grupamento de Bombeiros (8º GB) e integrantes das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil atenderam cinco casos de alagamentos em Paranaguá e pessoas foram retiradas das áreas afetadas com bote inflável entre a sexta-feira (22/01) e este sábado (23/01). Também foram prestadas orientações nos casos onde ocorreu pontos de alagamento em outras regiões do Litoral. Até o momento não houve registro de novos deslizamentos.

Segundo a porta-voz do Corpo de Bombeiros pelo Verão Consciente 2020/2021, tenente Ana Paula Inácio de Oliveira Zanlorenzzi, as comunidades mais afetadas com a chuva são do Morro Inglês, Alexandra, Santa Cruz e Floresta, todas no município de Paranaguá. Uma pessoa ficou desabrigada e precisou da assistência da Defesa Civil Municipal. “O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil fizeram a retirada das pessoas de suas residências com o uso de um bote, tendo em vista que o nível do rio estava bastante alto e o acesso mais seguro foi com a embarcação a remo”, explicou.

Houve apoio dos bombeiros na remoção de pessoas que estavam em pontos inundados nas cidades de Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba para outras residências não atingidas. Também foram prestadas orientações nas regiões da Vila dos Comerciários, do Rio Vermelho e em Alexandra, maior ponto de alagamento/inundação. Os moradores foram orientados sobre o modo de reagir em casos de alagamentos e inundações. “O Corpo de Bombeiros não recebeu informações de vítimas que tenham se ferido em virtude das chuvas e nem registrou casos graves em virtude das chuvas no litoral”, destacou a tenente.

Segundo dados da Defesa Civil, nas últimas 24 horas, o acumulado de chuva foi de 202 mm no Morro Inglês; 252 mm no km 10 da BR 227, 151,8 mm em Paranaguá, 104 mm em Guaraqueçaba e 100 mm na comunidade de Floresta. “O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil alertam para que as pessoas fiquem atentas aos sinais de inundação, alagamentos ou deslizamentos. Se estiver numa área segura, mantenham-se abrigadas e evitem passar por áreas alagadas e, caso esteja em região próxima e/ou sujeita a deslizamentos, saia de casa e procure um local seguro. Se necessário, acione socorro especializado do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193, ou da Defesa Civil pelo telefone 199”, detalhou a tenente Ana Paula.