Tempo

Chuva provoca estragos no Norte do Paraná e Curitiba pode ter pancadas até a noite

(Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

Chove no Estado nesta quinta-feira (20), principalmente entre áreas ao Centro e Leste neste começo de tarde. As chuvas que foram mais fortes no início da manhã a partir do Oeste, acompanhadas de muitas trovoadas e rajadas fortes de vento, agora se concentram em setores mais a Leste. Apresentam ainda condição de alguma atividade elétrica e possibilidade eventual de rajada moderada a forte de vento. 

Curitiba está na rota desta frente que avança e deve ter maior volume de chuva no final da tarde. As temperaturas ficam amenas. Às 14h15, fazia pouco mais de 15ºC na Capital.

Na sexta-feira (21) continua chovendo na região mais ao Norte do Paraná, na divisa com São Paulo. Nas demais regiões, a previsão é de dia com muitas nuvens. No sábado (22), o tempo fica estável na maior parte do Estado. Mas, a próxima semana semana deve começar com chuva em todo o Paraná.

Temporal — Uma chuva forte de granizo causou estragos em várias cidade no Norte do Parana na noite de quarta-feira, 19. Segundo dados da Defesa Civil, ao menos 100 casas em Bela Vista do Paraíso, ficaram danificadas. O temporal durou 30 minutos e ainda causou quedas de árvores, danificou trechos de ruas e deixou um distrito sem energia elétrica.

O distrito Santa Margarina, região mais atingida pela chuva e onde fica a sede do Corpo de Bombeiros, ficou sem energia. O telefone dos bombeiros só voltou a receber ligações por volta das 10h desta quinta-feira (20). Segundo a Copel, um cabo de energia rombou no distrito. Cerca de 400 imóveis espalhados pela cidade ficaram sem energia.

A chuva forte também causou estragos em Ibiporã, também no norte. Por lá, parte do telhado do terminal rodoviário desabou e uma árvore caiu em cima de um carro. Em Londrina, três árvores caíram, segundo o Corpo de Bombeiros.

A chuva forte também deixou estragos no noroeste do estado. A situação mais complicada por causa do temporal ocorreu em Tapejara. A cidade, que tem cerca de 16 mil habitantes, teve pelo menos 200 casas danificadas por causa do granizo e ventos fortes.

Chuva volumosa foi registrada na região de Cianorte com 79,4 mm até fim da noite de quarta. Em Marechal Candido Rondon a chuva já cheou aos 70,4 mm no mesmo período.