Enchentes

Chuvas mantêm Paraná em alerta do Litoral ao Noroeste

A frente fria que chegou ao Paraná no último final de semana deve manter o tempo chuvoso em grande parte do Paraná nos próximos dias, segundo o Instituto Tecnológico Simepar. E junto com a chuva vêm os problemas, tanto que a Defesa Civil está em alerta e monitora a situação no litoral do estado por meio do Sistema Meteorológico do Paraná.

Segundo a Defesa Civil, 110 pessoas foram afetadas pelas chuvas, 25 estão desalojadas, 14 desabrigadas e duas pessoas ficaram feridas com as chuvas que começaram no sábado. Em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, o vento derrubou várias árvores, sendo que uma delas caiu em cima de um carro. Na tarde de ontem, uma tempestade voltou a afetar a RMC, deixando algumas residências alagadas. Colombo foi bastante afetada pelo temporal de ontem.

Pelo menos seis cidades, a capital Curitiba e cidades da região noroeste (Astorga, Maringá, Perobal e Sarandi), sofreram com os temporais. Em Ivaiporã, no norte central paranaense, além das chuvas intensas, a Defesa Civil registrou vendaval.

No momento, a situação que inspira mais cuidados é a de Antonina. Somente nas primeiras 16 horas do dia de ontem, a precipitação acumulada foi de 130 milímetros no município litorâneo, sendo que a média registrada em janeiro é de 400 milímetros. Com isso, o Centro Natural de Monitoramente e Alertas de Desastres Naturais (Cemadem) emitiu um alerta de risco de desastre e a Defesa Civil começou a retirar pessoas de áreas consideradas de risco.

Em Curitiba, a previsão é de que as temperaturas fiquem entre 18ºC e 29ºC nesta semana. Deve chover todos os dias — em geral chuvas isoladas, típicas do verão —, e na sexta-feira também devem ser registrados ventos fortes, com velocidade de até 50 km/h.

Para o litoral, a previsão também é de muita chuva, mas com ventos fracos. Em Paranaguá, os termômetros devem marcar entre 22°C e 33°C, com a possibilidade de ocorrerem trovoadas no período da tarde a partir de quarta-feira.