Campanha

Cida fala sobre Paraná Competitivo durante visita a feira em Campo Largo

(Foto: Divulgação)

A governadora e candidata à reeleição, Cida Borghetti (PP), visitou na sexta-feira (7) a 28ª Feira da Louça, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, e afirmou que vai ampliar o programa Paraná Competitivo para tornar o Estado cada vez mais atrativo para receber investimentos e assim gerar mais empregos e oportunidades. “O Paraná Competitivo é um dos programas mais importantes do mundo para atração de empresas. Vamos ampliar o programa com o foco também nas micro e pequenas empresas e para estimular novos invetimentos de quem já aposta no Estado e de empresas e indústrias externas”, disse Cida.

Acompanhada pelo candidato a vice-governador Coronel Malucelli e pelo prefeito de Campo Largo Marcelo Puppi, a candidata visitou os stands, conversou com lojistas e com o público. A feira, segundo a governadora, atua como uma vitrine dos lançamentos e das tendências do setor. “Quero parabenizar os empresários que acreditaram nessa região e hoje mostram para o Brasil a vocação de Campo Largo, criam oportunidades, geram empregos e renda. As peças de louça da cidade podem competir com as melhores do mundo”, disse a governadora que também estava acompanhada dos candidatos a Senador, Beto Richa e Alex Canziani.

Criada na década de 90, a feira reúne mais de 50 empresas expositoras, entre elas a Germer Porcelanas e a Porcelana Schmidt. As indústrias instaladas no polo-cerâmico de Campo Largo são líderes em produção e fabricam 75% das porcelanas brancas de mesa nacional, 80% das porcelanas da América Latina e 35% das cerâmicas de mesa nacional. O setor exporta entre 15% a 20% de sua produção e atende aos mercados europeus, aos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Caribe, México e países do Mercosul.