Eleições 2018

Cida promete ampliar integração do transporte coletivo de Curitiba e região metropolitana

Governadora participou de encontro com lideran\u00e7as de S\u00e3o Jos\u00e9 dos Pinhais
Governadora participou de encontro com lideran\u00e7as de S\u00e3o Jos\u00e9 dos Pinhais (Foto: Divulgação)

A governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti (Coligação PP-PSDB-PTB-PROS-PMB-PMN-DEM) garantiu,em encontro com lideranças de São José dos Pinhais (região metropolitana de Curitiba), os investimentos necessários do governo do Estado para apoiar a reintegração do transporte coletivo entre Curitiba e RMC.

“A reintegração vai garantir aos usuários destas linhas de ônibus uma redução no custo e maior rapidez de deslocamento até o destino desejado. Uma ação fundamental para que pais e mães garantam mais tempo de convívio com a família”, afirmou. 

De acordo com a governadora, já há estudos em andamento para reintegrar 29  conexões metropolitanas, como a retomada recente da linha Barreirinha/São José dos Pinhais. “Nós não somos de prometer nada. Venho aqui conversar e escutar a população e firmar com compromisso da reintegração”, disse.  

Estão em estudos novas linhas de integração nos municípios de Piraquara, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Campo Largo, Colombo, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul e Araucária.

Hoje o transporte metropolitano atende diariamente 205 mil pessoas em 19 municípios da Grande Curitiba, sendo que 73% delas utilizam a Rede Integrada de Transporte (RIT). Cerca de 450 mil passageiros, são transportados, entre ida e volta, segundo Cida.

A candidata lembrou que, com o apoio do governo do Estado, desde 2017, sete linhas foram reintegradas e voltaram a fazer parte da rotina dos usuários de Curitiba e região. A mais recente é a Cachoeira/ Caiuá que voltou a circular neste mês de agosto (25/08).

Segundo ela, já são mais de 60 mil usuários beneficiados entre as linhas Colombo/CIC, Araucária/CIC, Angélica/CIC, PUC/Fazenda Rio Grande, Roça Grande/Santa Cândida e Quatro Barras/Santa Cândida.

O subsídio que o governo do Estado oferece ao transporte coletivo da RMC será mantido, prometeu Cida. Em julho, a governadora repassou R$ 71 milhões do governo estadual para a prefeitura de Curitiba e esse recurso garante a manutenção da tarifa em R$ 4,25 e possibilita o avanço nos estudos para a ampliação da integração. Além disso, de acordo com a prefeitura será possível renovar a frota.

Leia mais sobre eleição no Política em Debate