Curitiba de Graça

Cine Passeio reabre na quinta, 15

(Foto: Divulgação)

Confira as dicas do Curitiba de Graça para a semana

O retorno da Bandeira Amarela em Curitiba, que flexibiliza a retomada de diversas atividades, reabriu vários espaços culturais que estavam fechados na cidade (confira a lista completa aqui: https://curitibadegraca.com.br/confira-espacos-culturais-que-reabrem-com-a-bandeira-amarela/). Um dos últimos espaços a abrir é o Cine Passeio, que volta às atividades ao grande público na próxima quinta-feira, dia 15. Confira essas e outras notícias para a semana na coluna do Curitiba de Graça para o Bem Paraná.

Boa leitura! 



Programação on-line

Crédito: Carol Castanho.

Legenda: Filmes mostram a trajetória de Juliana Kerexu, cacique da aldeia Tekoa Mbya Guarani Takuaty, e da Tia Mide, referência na comunidade por suas iniciativas sociais e culturais em Curitiba.

Enquanto não reabre ao público, o Cine Passeio permanece com exibição pelo site: cineapasseio.org. Os destaques são dois documentários inéditos sobre a cultura popular paranaense: “Elas São o Meu Início”, sobre a cacique Juliana Kerexu, e “Mide: Entre Costuras e Cantares”, que aborda a fandangueira Cremildes Ferreira Bahr.

Os dois filmes, dirigidos por Jéssica Quadros, integram o projeto Guiança, que apresenta o protagonismo das mulheres que mantêm viva as culturas tradicionais e populares paranaenses. “Elas São o Meu Início” traz reflexões sobre ser cacique mulher e sobre como se conectar com o sagrado para dar continuidade às tradições que só fazem sentido pelo repasse de geração a geração, traduzindo a força da cultura guarani. Já o documentário “Mide”, conta a trajetória da Tia Mide - referência de cidadã com amplo reconhecimento pela comunidade por suas iniciativas sociais e culturais em Curitiba e no exterior. Outro documentário brasileiro também é apresentado, o “Transamazonia”, de Bea Morbach, Débora Mcdowell e Renata Taylor, que mostra a complicada vida de duas travestis que vivem em pontos distintos da Rodovia Transamazônica. 



Masterclass

Crédito: Divulgação

Aulas serão promovidas pelo Núcleo de Projetos Audiovisuais de Curitiba.

Falando ainda em cinema, o núcleo de projetos audiovisuais de Curitiba oferecerá a masterclass gratuita “Cinema Brasileiro - Colonialidade e Resistências”.

O roteirista e antropólogo Michel Carvalho fará uma análise de filmes e séries por meio de teorias sobre diferenças sociais. As inscrições começam nesta segunda, dia 12 de julho, pelo site www.tambormultiartes.com. As aulas são virtuais e ocorrem nos dias 24 e 31 de julho, das 10 ao meio-dia. 



Zequinha na exposição

Crédito: Divulgação

Primeira aparição do palhaço, que ganhou versões de vários desenhistas, já tem quase 100 anos.

Mais de 40 anos depois de ter sido relançado pelo desenhista Nilson Müller, o icônico palhaço Zequinha, que marcou a infância de várias gerações de gurias e piás curitibanos, está de volta. Além do novo álbum lançado este ano, agora ele é tema de uma exposição aberta na Gibiteca, que inicia na próxima terça-feira, 13, em homenagem aos 80 anos do autor.

A primeira aparição do palhaço, que ganhou versões de vários desenhistas, tem quase 100 anos. Em 1928, balas vinham embrulhadas em figurinhas numeradas colecionáveis do personagem. Na exposição, os visitantes encontram esboços e reproduções de figurinhas do palhaço segundo as atividades e profissões com que ele virou febre na virada da década de 1970 para 1980, na campanha do governo estadual para melhorar a arrecadação do então ICM (Imposto sobre Circulação de Mercadorias).

Os esboços dos desenhos desenvolvidos para o novo álbum (como Zequinha em home office ou tomando vacina), que está fazendo gerações de colecionadores se encontrarem nas bancas, também estão na mostra da Gibiteca. A visitação da mostra pode ser feita de terça-feira a sábado, das 12h às 18h, com ocupação máxima simultânea de 20 pessoas. O uso de máscaras é obrigatório, assim como aferição de temperatura. A entrada é gratuita. 



O Malefício da Mariposa

Crédito: Divulgação

Legenda: Espetáculo mescla atores e bonecos.

O premiado espetáculo teatral “O Malefício da Mariposa”, do espanhol Federico García Lorca, está sendo encenado pela trupe Ave Lola. As transmissões on-line gratuitas ocorrem pelo canal do You Tube: https://www.youtube.com/user/avelolacultural, até o dia 21 de julho, às 19h e 21 horas. O espetáculo mescla atores e bonecos. A aventura se passa em um jardim no qual os personagens são insetos que falam de amor e da paixão pela poesia. A música cria um espaço sonoro onde a magia e o trágico destino de Curianito, personagem central da obra, se revelam suavemente, transportando o público para um lugar onírico e cheio de surpresas. 



Gastronomia Caiçara

Crédito: Agência Litoral

Legenda: Cambira será o prato principal do festival.

A tradicional culinária caiçara será celebrada no Festival de Gastronomia Caiçara, que acontecerá de 16 e 25 de julho. Em sua primeira edição, o evento vai exaltar a Cambira, prato do litoral paranaense que tem como data comemorativa, no município de Pontal do Paraná, o dia 18 de julho.

Para degustar a Cambira tradicional e outras receitas, o público poderá escolher entre 16 restaurantes inscritos no festival. Segundo Gilberto Keserle, secretário municipal do turismo e desenvolvimento econômico de Pontal do Paraná, a escolha de vários espaços  para o evento é uma maneira de evitar aglomerações e proporcionar mais segurança aos moradores e turistas. 



O valor de um livro

Um livro pode ajudar a transformar uma vida? É resposta a esta pergunta está na coluna “Era uma vez”, da jornalista Tina Demarche para o Curitiba de Graça. Confira a entrevista aqui:https://curitibadegraca.com.br/a-vida-transformada-por-um-livro-infantil/. 



Elana Dara

Crédito: Reprodução/YouTube.

Legenda: Versão acústica de “Aff” tem Léo Caranga no violão.

A cantora curitibana Elana Dara acaba de lançar sua versão acústica, com violão de Léo Caranga, da sua canção “Aff”. Com apenas 21 anos, a cantora e compositora faz uma fusão de MPB, Pop e R&B. Autodidata, ela começou a cantar aos oito anos quando teve seu primeiro violão. A curitibana ganhou notoriedade com seus covers na internet. Confira aqui a canção: https://www.youtube.com/watch?v=--fZrq9ZOw0

 

Para mais opções culturais, acesse: www.curitibadegraca.com.br .