Publicidade
E gratuito!

Clínica oferece tratamento psicológico aos autores de panfleto homofóbico

Clínica oferece tratamento psicológico aos autores de panfleto homofóbico

Depois do ataque homofóbico contra o casal João Pedro Schonarth, de 29 anos, e Bruno Banzato, de 31, uma clínica de psicologia de Curitiba resolveu oferecer um tratamento gratuito aos autores do panfleto homofóbico.

Na página do Facebook, a Oriente Psicólogos Associados divulgou o cartaz que eles próprios fizeram e espalharam pela cidade (confira acima). No material, comentam que a rua para a qual o casal estará se mudando ficará mais sensata. E então faz a proposta inusitada logo abaixo de três imagens que mostram casais homossexuais se beijando:

"Se cenas assim te incomodam, se você se preocupa com o que seus vizinhos fazem quando estão a sós ou cuida da vida dos seus amigos mais próximos ou quer controlar a vida de pessoas próximas a você.... A Oriente oferece dez sessões de psicoterapia grátis para quem distribuiu os panfletos homofóbicos no bairro."

Confira a mensagem publicado pela Oriente Psicólogos Associados no Facebook (acima você confere o cartaz que eles espalharam pela cidade):

Em resposta às mensagens lamentáveis divulgadas aqui em Curitiba hoje, resolvemos fazer nosso próprio panfleto. 

Esses são cartazes reais que colocamos em postes pela cidade. A proposta tá de pé.

(inclusive, temos um programa permanente de atendimento à vítimas de homofobia. quem precisar é só entrar em contato com a página por mensagem.)

Publicidade