Publicidade
Em Porto Alegre

Coincidência histórica marca o duelo entre Athletico e Grêmio na Copa do Brasil

Athletico x Grêmio
Athletico x Grêmio (Foto: Geraldo Bubniak)

Athletico Paranaense e Grêmio começam a definir uma vaga na decisão da Copa do Brasil 2019 nesta quarta-feira (dia 14) às 21h30, na Arena do Grêmio, na partida de ida da semifinal. O jogo de volta está marcado para 4 de setembro, na Arena da Baixada.

Em toda história da Copa do Brasil, criada em 1989, os dois clubes já se encontraram quatro vezes: em 1996, em 2013, em 2016 e em 2017. Só em 2013 o time paranaense levou a melhor. O duelo ocorreu pelas semifinais. O Furacão venceu na Vila Capanema por 1 a 0, com gol de Dellatorre, e segurou o placar de 0 a 0 fora de casa. Na final, perdeu para o Flamengo.

O Grêmio passou pelo Athletico nos confrontos das oitavas de final de 1996, das oitavas de 2016 e nas quartas de 2017. Em 2016, aliás, o time gaúcho ficou com o título. Foi o quinto troféu do Grêmio na competição – é o segundo maior vencedor, atrás apenas do hexacampeão Cruzeiro. Já o Athletico nunca conquistou esse título – a melhor campanha foi o vice de 2013.

COINCIDÊNCIA HISTÓRICA
O Grêmio raramente é batido como mandante na Copa do Brasil. Em toda história da competição, venceu 61 e empatou 17 dos 89 jogos em casa. Foram apenas 11 derrotas com esse fator campo.

A última derrota do Grêmio em casa pela Copa do Brasil foi há quase três anos. Ela ocorreu em setembro de 2016, pelas oitavas de final. E, curiosamente, foi para o Athletico Paranaense, pelo placar de 1 a 0, com gol do centroavante André Lima. No entanto, o time gaúcho ficou com a vaga na decisão por pênaltis, por 4 a 3.

Depois daquele duelo, o Grêmio recebeu mais dez adversários em casa pela Copa do Brasil, acumulando seis vitórias e quatro empates.

O duelo desta quarta-feira tem outra coincidência histórica. O Athletico enfrenta jejum como visitante na Copa do Brasil. A última vitória fora de casa na competição foi exatamente aquela sobre o Grêmio, em 2016. Depois daquele duelo, foram oito partidas longe da Arena nessa competição, com sete empates e uma derrota.

O ponto positivo é a sequência de empates fora de casa do Furacão na Copa do Brasil. Foram seis empates seguidos como visitante na competição – para Caxias, Ceará, São Paulo e Cruzeiro em 2018 e para Fortaleza e Flamengo em 2019. A última derrota também foi para o Grêmio, em 2017, por 4 a 0 — mais uma coincidência para a lista de 'curiosidades' do duelo.

ESCALAÇÃO
O técnico do Athletico, Tiago Nunes, poupou todos os titulares contra o Botafogo, domingo, pelo Brasileirão. A escalação contra o Grêmio será quase a mesma da vitória por 4 a 0 sobre o Shonan Bellmare, no Japão. A única mudança confirmada é a saída do zagueiro Pedro Henrique, que já atuou pelo Corinthians na Copa do Brasil e está vetado pelo regulamento, para a entrada de Lucas Halter. No setor ofensivo, segue a disputa de posições entre Marcelo Cirino, Nikão e Bruno Nazário.

Os laterais-esquerdo Abner Vinícius e Adriano foram contratados após o prazo de inscrições e também não podem defender o Athletico na Copa do Brasil.

O zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho seguem afastados, devido ao caso de doping.

PREMIAÇÃO
A premiação acumulada pelo Athletico na Copa do Brasil é de R$ 12,3 milhões: R$ 2,5 milhões pelas oitavas de final, R$ 3,1 milhões pelas quartas e R$ 6,7 milhões pela semifinal. Se chegar à final e ficar com o vice, recebe mais R$ 21 milhões e vai terminar a competição com R$ 33,3 milhões. Se conquistar o título, fatura mais R$ 52 milhões e encerra com R$ 64,3 milhões.

GRÊMIO
O Grêmio terá força máxima contra o Athletico. A única dúvida fica na posição de centroavante, entre André e Diego Tardelli.

GRÊMIO x ATHLETICO
Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon e Matheus Henrique; Alisson, Jean Pyerre e Everton; André (Diego Tardelli). Técnico: Renato Gaúcho
Athletico: Santos; Jonathan, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington e Bruno Guimarães; Marcelo Cirino (Nikão), Bruno Nazário (Nikão) e Rony; Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, quarta-feira às 21h30

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES