Publicidade
Escola Segura

Colégios da Grande Curitiba recebem reforço na segurança; veja quais e onde ficam

(Foto: Cb Garcia e Sd Roberto)

Nove municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) receberam oficialmente 77 militares estaduais voluntários para integrar o programa Escola Segura em 40 colégios estaduais. O governador do Paraná comemorou o avanço do programa junto com os secretários de Segurança Pública (coronel Romulo Marinho Soares) e de Educação (Renato Feder), além do Comandante-Geral da PM, coronel Péricles de Matos, nesta quarta-feira (11/09), no colégio estadual Elza Scherner Moro, em São José dos Pinhais.

Ao conferir pessoalmente o andamento do programa em Foz do Iguaçu, o secretário de Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, constatou que os policiais militares voluntários se integraram com os alunos de tal forma que a rotina dos colégios mudou para melhor. “Os policiais passaram a ser uma referência. O programa Escola Segura tem tudo para dar certo e ser ampliado para outros municípios do estado”, disse.

O Comandante do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), tenente-coronel Mario Jorge Alves Lopes, salientou que a população tem elogiado a atividade. “Ficamos felizes em pertencer ao batalhão que faz esse trabalho educativo, e agora com o Escola Segura estamos colaborando ainda mais com a segurança da vizinhança escolar”, apontou.

O PROGRAMA – O programa Escola Segura é uma iniciativa do Governo do Estado, em conjunto com a Polícia Militar e com a Secretaria de Estado da Educação, para que a comunidade escolar tenha mais segurança e esteja integrada com a PM. O trabalho é um complemento às atividades preventivas já desempenhadas pelo Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), unidade responsável pelo treinamento dos policiais militares voluntários e que coordena o trabalho do projeto nos colégios estaduais.

ATUAÇÃO – Na RMC, 40 colégios estaduais serão beneficiados com o projeto, com a aplicação de 78 policiais militares. As cidades que recebem o projeto são: Pinhais, São José dos Pinhais, Piraquara, Almirante Tamandaré, Colombo, Fazenda Rio Grande, Campo Largo, Campina Grande do Sul e Araucária.

Em São José dos Pinhais, são sete colégios estaduais contemplados (colégios Shirley C T Machado, Guatupê, Lindaura R. Lucas, Elza Scherner Moro, Chico Mendes, Tiradentes e o CEEBJA São José Dos Pinhais). Haverá a aplicação de 14 militares estaduais.

Em Araucária, o Escola Segura atenderá quatro colégios: os colégios estaduais Marilze Da Luz Brand, Maria Da G. Silva Lima, Agalvira B. Pinto e Lincoln S. Coimbra, com um total de sete policiais aplicados.

Já em Campo Largo serão contemplados quatro unidades de ensino estadual: o colégio estadual Macedo Soares; o colégio estadual Djalma Marinho, o CEEBJA Prof. Domingos Cavalli e o colégio estadual Sagrada Família. O projeto contará com oito policiais nesta cidade.

Em Campina Grande do Sul, receberão os policiais do Escola Segura dois colégios: o colégio estadual Ivan F. do Amaral Filho e o colégio estadual Timbu Velho, com a aplicação de quatro militares estaduais.

Na cidade de Almirante Tamandaré devem receber o projeto Escola Segura cinco colégios estaduais: o colégio estadual Ambrósio Bini; o colégio estadual Edimar Wright; o colégio estadual Angela Sandri Teixeira e o colégio estadual Tancredo Neves, com nove militares estaduais.

Em Fazenda Rio Grande são contemplados quatro colégios com o projeto o colégio estadual Lucy Requião M E Silva; o colégio estadual Abílio Lourenco dos Santos; o colégio estadual Cunha Pereira e o colégio estadual Jorge Andriguetto. São oito policiais militares destacados para atender esses colégios.

Na cidade de Colombo, haverá o projeto para cinco colégios estaduais: o colégio estadual Genesio Moreschi; o colégio estadual Antônio L. Braga; o colégio estadual Bento M. da Rocha Neto e o colégio estadual Joao R. De Camargo e o colégio estadual Plinio A. M. Tourinho. Serão 10 policiais militares atuando nestes colégios.

Em Pinhais serão beneficiados quatro colégios: o colégio estadual Arnaldo F. Busato; o colégio estadual Humberto A. Castelo Branco; o colégio estadual Walde Rosi Galvão e o colégio estadual Paulo Freire. As unidades receberão oito policiais militares.

Já em Piraquara serão cinco colégios atendidos: colégio estadual Rosilda de S. Oliveira; o colégio estadual Mario B. T. Braga; o colégio estadual Ivanete M. de Souza; o colégio estadual Vila Macedo e o colégio estadual João Batista Vera, com 10 policiais.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES