Campeonato Paranaense

Com arbitragem polêmica, Coritiba vence o Cianorte, abre vantagem e encerra série invicta

Léo Gamalho comemora gol em Cianorte
Léo Gamalho comemora gol em Cianorte (Foto: Divulgação/Guilherme Griebeler/Coritiba)

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Cianorte, nesse domingo (13) à tarde, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paranaense. O gol foi de Léo Gamalho. A partida de volta está marcada para o dia 19 (sábado), no Couto Pereira. O mando de campo do segundo jogo pertence à equipe com melhor campanha. O gol como visitante não é critério de desempate. Em caso de igualdade na soma dos dois placares, a decisão será nos pênaltis. Quem passar desse confronto vai enfrentar Londrina ou Athletico na semifinal.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Coritiba.

Clique aqui para assistir ao gol de Léo Gamalho.

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Coritiba teve fraca atuação, com fragilidade defensiva nas laterais, performance comprometedora de Gustavo Bochecha, lentidão na troca de passes, erros de passes frequentes e inoperência ofensiva pelas pontas. Com esse cenário, o time só chegou três vezes com perigo: no gol, no pênalti não marcado e em uma arrancada de Igor Paixão. O Cianorte foi dono do jogo, mostrou velocidade pelos lados do campo e qualidade nos chutes de fora da área. Só não marcou gols porque acertou a trave em um lance e viu Alex Muralha fazer seis grandes defesas.

SÉRIE INVICTA
O Cianorte defendia uma série invicta de 15 jogos como mandante, com 7 vitórias e 8 empates. A última derrota como mandante havia ocorrido em junho de 2021, para o Santos, pela Copa do Brasil. Em 2022, eram 4 vitórias e 2 empates no Albino Turbay.

ARTILHEIRO
O centroavante Léo Gamalho soma agora 5 gols em 8 jogos em 2022. É o artilheiro do time no ano. O goleador da equipe no Paranaense é Igor Paixão, com 4 gols em 11 partidas.

ARBITRAGEM
O Coritiba reclamou de pênalti não marcado aos 5 do 1º. No lance. Warley chutou a bola no braço de Patric. A imagem dá a impressão de penalidade, já que Patric está com o braço aberto e acabou bloqueando uma finalização.

O Cianorte teve gol anulado aos 26. Rodrigo Alves estava em posição de impedimento quando marcou um golaço de bicicleta. No entanto, como houve um recuo de cabeça de Luciano Castan, do Coritiba, o gol pode ser considerado legal, dependendo da interpretação. O bandeirinha anotou impedimento e o árbitro concordou.

DESGASTE
Nesse domingo, o Coxa entrou em campo 67 horas após ter jogado pela segunda fase da Copa do Brasil. O head esportivo do clube, René Simões, publicou vídeos no Instagram fazendo duras críticas à Federação Paranaense de Futebol pelo curto intervalo entre as partidas.

ESCALAÇÃO
As baixas no Coritiba eram o zagueiro Guillermo e o volante Willian Farias, machucados. As vagas deles ficaram com Val e Gustavo Bochecha. O time teve mais três alterações em relação ao último jogo, todas por opção do técnico Gustavo Morínigo: o lateral Egídio, o meia Thonny Anderson e o ponta Alef Manga começaram no banco. Os lugares deles ficaram com o lateral Guilherme Biro, o meia Régis e o ponta Warley. O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre — a linha de três tinha Warley e Igor Paixão pelos lados do campo, e Régis centralizado.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve o Cianorte com facilidade para atacar e exigir boas defesas do goleiro Alex Muralha. Foram sete boas jogadas do time do Interior. O Coritiba jogou em ritmo lento e só chegou ao ataque duas vezes, ambas com muito perigo. Aos 5, o time da capital teve pênalti não marcado – após chute de Warley e bloqueio de Patric. E abriu o placar aos 20, em cobrança de lateral de Guilherme Biro, passe de Régis e finalização de Léo Gamalho. Aos 25, o Cianorte teve gol anulado pela arbitragem e, aos 39, colocou uma bola na trave, com Luiz Fernando.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo começou com domínio do Cianorte, que criou três boas jogadas em 20 minutos. Em seguida, o cansaço passou a pesar e o ritmo da partida caiu bastante. O time do Interior partiu para o abafa e passou a usar a bola direta para a área, incomodando em alguns momentos. O Coxa pouco atacou na segunda etapa e só levou algum perigo em dois lances.

CIANORTE 0x1 CORITIBA
Cianorte: Gleibson; Bruno Leite, Eduardo Doma, Helder e Patric (Matheus); Ralf, Zé Vitor e Matheus Farinha; Luiz Fernando, Coutinho (Philip) e Rodrigo Alves (Alan Grafite). técnico João Burse
Coritiba: Alex Muralha; Val, Henrique, Luciano Castan e Guilherme Biro; Andrey e Gustavo Bochecha; Igor Paixão (Neilton), Régis (Thonny Anderson) e Warley (Alef Manga); Leo Gamalho (Clayton). Técnico: Gustavo Morínigo
Gol: Léo Gamalho (20-1º)
Cartões amarelos: Val, Andrey, Guilherme Biro, Clayton (Co) No banco: Morínigo
Árbitro: Cristian Eduardo Gorski da Luz
Local: Albino Turbay, em Cianorte

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
3 – Luiz Fernando cruza da direita. Zé Vitor entra livre e cabeceia. Alex Muralha faz boa defesa.
5 – Warley recebe na área, chuta no braço de Patric e pede pênalti. A imagem dá a impressão de penalidade, já que Patric está com o braço aberto.
6 – Contra-ataque do Cianorte. Rodrigo Alves sai na cara do gol, mas escorrega e a bola vai para fora.
15 – Luiz Fernando chuta de fora da área. Alex Muralha espalma no canto.
18 – Farinha chuta de longe. A bola raspa a trave.
19 – Val chuta de longe. Gleibson espalma.
20 – Gol do Coritiba. Biro cobra lateral. Régis recebe na área e toca para Léo Gamalho, que chuta no canto.
26 – Bate e rebate na área. Rodrigo Alves pega a sobra e marca um golaço de bicicleta. O bandeirinha anula por impedimento.
31 – Bruno Leite cobra falta de longa distância com uma bomba. Muralha espalma.
39 – Luiz Fernando recebe livre na área e chuta na trave.
48 – Farinha solta a bomba de fora da área. Muralha espalma.

Segundo tempo
1 – Luiz Fernando recebe na área e dá de calcanhar para Rodrigo Alves, que chuta perto, ao lado.
7 – Luiz Fernando chuta de fora da área. Muralha rebate. A zaga tira.
13 – Farinha lança nas costas de Val. Luiz Fernando sai na cara do gol e tenta driblar o goleiro. Muralha salva.
20 – Igor Paixão faz boa jogada e rola para Léo Gamalho. Livre na área, ele chuta forte, mas a zaga bloqueia.
32 – Após bola alta na área, Castán salva o Coritiba.
34 – Após bola alta na área, Henrique salva o Coritiba.
35 – Clayton avança e chuta de fora da área. A bola passa perto, ao lado.