Publicidade
Copa do Brasil

Com desfalques e estreia, Paraná joga por R$ 950 mil

Clube estreia na Copa do Brasil em Patos de Minas, contra o URT. Técnico fará mudanças na escalação
Com desfalques e estreia, Paraná joga por R$ 950 mil

O Paraná Clube estreia nesta quinta-feira (dia 1º) às 19h15 na Copa do Brasil 2018. O adversário é o URT, em Patos de Minas (MG). Nessa primeira fase, a disputa ocorre em jogo único, sem decisão por pênaltis. Em caso de empate, a vaga fica com o visitante. Quem avançar pega na segunda fase o vencedor do duelo Independente-PA x Sampaio Corrêa-MA.

Por estar na primeira fase, o Paraná recebe a cota de R$ 880 mil. Caso se classifique, ganha mais R$ 950 mil.

Para esta partida decisiva, o técnico Wagner Lopes não contará com o lateral-direito Junior, que atuou improvisado na esquerda na última partida. Ele sofreu uma lesão e foi vetado. Seguem fora da equipe, em recuperação, o meia Biteco, o goleiro Richard e o volante Jhony.

A lesão de Junior pode abrir a possibilidade da estreia do lateral-esquerdo Mansur, ex-Atlético-MG, Sport, Bahia e Vitória. Outra opção é improvisar o zagueiro Rayan – o jogador já atuou nessa posição em 2017.

Wagner Lopes não deu pistas sobre a escalação e não permitiu o acesso da imprensa nos momentos de formação de equipe dos treinamentos. Tudo indica que ele manterá Felipe Augusto e Zezinho no setor ofensivo, pelos lados do campo. João Paulo segue como meia centralizado.

Sobre a partida em Patos de Minas, o treinador pediu atitude dos jogadores. A gente sabe que não existe jogo fácil. A atitude vai fazer com que as coisas aconteçam. A gente precisa melhorar a nossa atitude, declarou. Eu preciso defender bem e atacar bem. É preciso que a gente tenha 11 líderes em campo, isso é fundamental para conseguir sair dessa primeira dificuldade no ano. Quanto mais você se sentir pressionado, mais você precisa reagir. Essa pressão tem que mover a gente pra frente, em direção ao nosso objetivo, e não que a gente se acovarde e se afaste. Eu quero ir para frente, ter um time confiante, que busque a vitória mesmo quando o empate nos sirva, completou.

O URT está invicto no Campeonato Mineiro e segue na terceira posição, após vencer Uberlândia e Democrata e empatar com América e Patrocinense. O time conta com o lateral-direito Carlinhos, 28 anos, que jogou a Série B pelo Paraná em 2014. Outro conhecido é o volante Douglas Maia, 28 anos, que defendeu o Atlético-PR em 2008 e 2009. O destaque da equipe é o meia Eduardo Ramos, 31 anos, ex-Vitória, Goiás e Corinthians, responsável pelas cobranças de falta e escanteio.

URT x PARANÁ
URT: Carlão; Carlinhos, Rodolfo, Victor Salinas e Éwerton Maradona; Douglas Maia e Jô; Bruninho, Eduardo Ramos e Jean Carioca; Macena. Técnico: Rodrigo Santana
Paraná: Thiago Rodrigues; Alemão, Neris, Charles e Mansur (Rayan); Leandro Vilela e Alex Santana; Felipe Augusto, João Paulo e Zezinho; Zé Carlos. Técnico: Wagner Lopes
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Local: estádio Zama Maciel, em Patos de Minas (MG), quinta-feira às 19h15

DESTAQUES DOS EDITORES