Publicidade
Música

Com estilo folk, integrantes do NX Zero formam nova banda e lançam clipe 

(Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa)

Na busca por novas experiências sonoras e com um som que perpassa pelo Folk, o grupo Trago lançou na última semana o clipe “A Ponte”. A banda, que é formada em sua maioria pelos ex-integrantes do NX Zero, e tem o objetivo de experimentar novos universos sonoros distintos de onde seus integrantes se encontravam nos projetos originais, tornando-se diferente de qualquer proposta em que os músicos já estiveram. A cantora Pitty Leone fez o backing vocal da canção.

Veja o clipe

O clipe "A Ponte" retrata de forma poética a busca do homem pelo divino através da arte. Divino este que é representado pela Música, energia maior, cultural e humana que une todos os integrantes em um só significado. A música fala sobre o que você deveria ser: “a ponte” ou “a queda”, “a chance” ou “a queda”. A canção também reflete sobre frustrações, decisões, perseverança e sobrevivência. A sonoridade passeia entre o universo Folk e pode ser ouvida em "Arauna", primeiro EP da banda, lançado em Agosto de 2017, via Deck Disco. O ep conta com 6 faixas que juntas já somam mais de 350 mil plays no Spotify.

A banda é formada por Rafael Mimi (Nx Zero), Fi Ricardo (Nx Zero), Yuri Nishida (primeiro vocalista da banda NX Zero), Ale Labelle (The Mönic) e Daniel Weksler (Nx Zero),

Novas experiências

O compositor e teclas da banda, Rafael Mimi (NX Zero), comenta que a ideia de formar um novo grupo surgiu da vontade de trabalhar com músicas que estavam guardadas há tempos e que não cabiam na proposta do NX. “Eu e o Fi estávamos querendo desengavetar algumas músicas que tínhamos guardadas e acho que esse foi o ponto de partida. Começamos a buscar uma sonoridade diferente do que já fazíamos pelo Nx Zero e procuramos por uma voz que se encaixasse nisso. De cara pensamos no Yuri, que foi o primeiro vocalista do NX antes do Diego e que já é bastante conhecido no meio do rock, e ele aceitou o desafio também”, disse. 

A banda entendeu também que havia uma necessidade de ter uma voz feminina no projeto, então surgiu a ideia de convidar Ale Labelle, ex integrante do grupo de rock The Mônic. A presença do baterista Daniel Weskler no “O Trago” pode ter sido uma influência para essa chegada feminina na banda, já que ele é casado com um dos maiores nomes do rock feminino atual, a cantora Pitty Leone. “Tivemos essa ideia da voz feminina e assim chegou a Alê, que tem uma voz muito boa e que a mescla de vozes dela e do Yuri torna o projeto incrível. A ligação deles é muito boa, até parece que já cantam juntos há muito tempo”, disse Mimi.

Nas canções da banda, aparecem violões, guitarras, baixos e baterias, mas também lap steel, piano, sintetizadores e mais. Tudo isso poderá ser ouvido em novas músicas que serão lançadas nas próximas semanas e antecipam o EP.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES