Publicidade
Série B

Com gol de artilheiro, Coritiba vence jogo marcado por pênalti perdido e expulsão

"Guilherme Parede comemora gol contra o Paysandu: artilheiro do Coritiba"
"Guilherme Parede comemora gol contra o Paysandu: artilheiro do Coritiba" (Foto: Geraldo Bubniak)

O Coritiba venceu por 2 a 0 o Paysandu, nessa quarta-feira (dia 4) à noite, no Couto Pereira, pela 14ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou provisoriamente na 2ª colocação, com 23 pontos. No entanto, pode perder cinco posições até o final da rodada. A equipe do Pará está em 11º lugar, com 17 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Um dos gols da vitória do Coritiba foi do ponta Guilherme Parede, artilheiro do time na Série B com cinco gols em nove jogos. Ele também é o goleador do clube na temporada, com oito gols em 25 jogos. Em segundo lugar está o meia Yan Sasse, com três em 12 jogos na Série B (quatro gols em 19 partidas no total do ano). O segundo gol da partida dessa quarta-feira foi marcado pelo centroavante Bruno Moraes, que agora tem dois gols em nove jogos.

DESEMPENHO
O Coritiba teve uma atuação irregular. Foi perigoso nos contra-ataques, quando o Paysandu avançou e cedeu espaços. No entanto, teve dificuldades para criar chances quando o adversário marcou recuado. Além disso, o Coxa apresentou falhas na marcação e acabou criando chances para o rival. O Paysandu teve um jogador expulso no começo do segundo tempo e, minutos depois, conseguiu um pênalti, mas desperdiçou a cobrança.

ARBITRAGEM
O pênalti para o Paysandu é um lance polêmico. A imagem da TV deixa claro que Leandro Silva, do Coritiba, acertou a perna de Thomaz. No entanto, fica a dúvida se o toque foi forte suficiente para derrubar o atacante. 

FASES
O Paysandu vive uma crise: só somou uma vitória nos últimos 12 jogos – seis empates e cinco derrotas nos demais. O Coxa estava há quatro jogos sem vencer – três empates e uma derrota.

TÉCNICO
O técnico Eduardo Baptista tem agora 12 jogos no Coritiba — cinco vitórias, cinco empates e duas derrotas.

ESCALAÇÃO
Os desfalques do Coritiba eram William Matheus (lesionado), Thalisson Kelven (suspenso) e Simião (suspenso). O técnico Eduardo Baptista modificou o esquema tático. Ele usou o 4-2-3-1 em todas as partidas desde que chegou ao clube. A exceção foi na última rodada, quando não contava com o meia Yan Sasse, suspenso por amarelos. Com isso, adotou o 4-1-4-1. Agora, com a volta de Sasse, o treinador retornou ao 4-2-3-1. O Paysandu não tinha Diego Ivo, Matheus Silva, Carlinhos, Willyam, Dionathã e Cassiano.

PRIMEIRO TEMPO
O Coritiba foi irregular no primeiro tempo. Criou cinco boas jogadas ofensivas e teve chances para fazer um placar elástico, mas pecou nas finalizações. Além disso, falhou demais na marcação e permitiu três jogadas perigosas do Paysandu. O time do Pará jogou avançado e permitiu espaços para contra-ataques. E foi dessa forma que o Coxa fez 1 a 0, aos 19 minutos. Wilson lançou, Guilherma Parede passou por dois adversários e chutou de fora da área: golaço.

SEGUNDO TEMPO
Aos 10 minutos, Timbó cometeu falta em Yan Sasse, levou o 2º amarelo no jogo e acabou expulso. O Paysandu ficou com um a menos. O Coxa acertou o travessão aos 15, em cruzamento rasteiro de Parede e chute de Pablo Thomaz. Em seguida, Yan Sasse foi substituído por Kady. Depois disso, o time paranaense recuou e aceitou a pressão do adversário. Aos 28, o Paysandu conseguiu um pênalti, mas Thomaz desperdiçou a cobrança. Depois, Eduardo Baptista ainda trocou Uillian Correia e Pablo Thomaz por Vinícius Kiss e Bruno Moraes, mantendo o mesmo esquema tático. O time paranaense só garantiu a vitória aos 45 minutos do segundo tempo, com gol de Bruno Moraes.

ESTATÍSTICAS
Ao final dos 90 minutos, o Coritiba somou 51% de posse de bola, 18 finalizações (7 certas), 88% de precisão nos passes e 10 escanteios. O Paysandu teve 49% de posse de bola, 14 arremates (6 certos), 82% nos passes e 9 escanteios. Os dados são do Footstats.

CORITIBA 2 x 0 PAYSANDU
Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Romércio, Alex Alves e Chiquinho; Vitor Carvalho e Uillian Correia (Vinícius Kiss); Guilherme Parede, Yan Sasse (Kady) e Alisson Farias; Pablo Thomaz (Bruno Moraes). Técnico: Eduardo Baptista
Paysandu: Renan Rocha; Maicon Silva, Edimar, Timbó e Matheus Muller; Renato Augusto, Nando, Thomaz, Moisés (Mike) e Pedro Carmona (Perema); Claudinho (Magno). Técnico: Dado Cavalcanti 
Gols: Guilherme Parede (19-1º) e Bruno Moraes (45-2º)
Expulsão: Timbó (9-2º)
Cartões amarelos: Timbó, Perema, Maicon Silva (P). Yan Sasse, Leandro Silva (C).
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Público: 4.326 pagantes (4.475 total)
Local: Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

3 – Alisson Farias cruza. Pablo Thomaz cabeceia perto, ao lado do gol.
4 – Alisson Farias cobra escanteio. Pablo Thomaz cabeceia sobre o gol.
8 – Claudinho chuta do bico da área. A bola vai sobre o gol.
14 – Contra-ataque. Alisson Farias enfia. Yan Sasse entra livre na área e chuta cruzado, para fora.
15 – Claudinho cruza. Pedro Carmona fica livre, na cara do gol, mas cabeceia mal, para fora.
19 – Gol do Coritiba. Wilson lança. Guilherme Parede recebe na ponta, dribla dois e chuta de fora da área, no cantinho.
27 – Contra-ataque perigoso. Guilherme Parede rola para Yan Sasse, na área. Ele tenta o drible e perde grande chance.
30 – Thomaz tabela com Claudinho, recebe na cara do gol e chuta para fora.
38 – Contra-ataque. Yan Sasse toca para Pablo Thomaz, na área. Ele chuta e a zaga bloqueia.
44 – Matheus Muller invade a área, dribla Romércio e chuta. Wilson salva.
45 – Escanteio. Maicon Silva cabeceia com perigo.

Segundo tempo
4 – Pablo Thomaz arrisca de fora da área. O goleiro pega no canto.
15 – Parede cruza rasteiro. Na cara do gol, Pablo Thomaz chuta no travessão.
25 – Parede ajeita para Leandro Silva, na área. Ele chuta forte, cruzado. O goleiro espalma.
28 – Thomaz invade a área e é toca por Leandro Silva. O árbitro marca pênalti. Thomaz chuta no travessão.
32 – Matheus Muller passa por dois e chuta de fora da área. Wilson espalma.

45 - Gol do Coritiba. Leandro Silva cruza da direita. Bruno Moraes entra nas costas da defesa e chuta no canto.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES